Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Ferdinand Piëch: a queda do chefão da Volkswagen

Compartilhe!

Ferdinand Piëch -neto de Ferdinand Porsche- deixou comando da Volkswagen. O folclórico chefão do grupo alemão decidiu de maneira repentina e com efeito imediato, encerrar as suas funções no comando da empresa.

Ferdinand-Piech-VW

Nas últimas semanas, Ferdinand Piëch –que juntamente com a família Porsche controla 51% do grupo VW– contestou publicamente a gestão de Martin Winterkorn (CEO do grupo VW), em especial algumas das estratégias do responsável executivo do grupo, como a queda dos lucros e o insucesso constante no mercado norte-americano. Por isso, o chairman anunciou que estava encerrando suas funções no último fim de semana.

Em comunicado, a VW justifica a decisão do alemão de 78 anos com o fato de que ele perdeu o apoio consensual da direção do grupo, formada por seis membros.

Também a mulher de Piëch, Ursula, pediu a demissão do conselho fiscal. Ferdinand Piëch, neto de Ferdinand Porsche, tinha sido nomeado CEO do grupo VW em 1993. Por enquanto, a liderança será interinamente ocupada por Berthold Huber, até à realização de novas eleições.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *