Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

FIAT 2014: CONFIRA COMO FICOU A NOVA FIORINO

Compartilhe!

http___makeagif.com__media_12-05-2013_UCd60y

Com o Mille se despedindo do mercado, a Fiat promoveu uma mudança radical no furgão Fiorino. O utilitário, que era feito na velha plataforma do Mille, chega na linha 2014 como uma variação do novo Uno. O Fiat Fiorino 2014 é um veículo inteiramente novo. Ganhou a plataforma mais atual e visual renovado, recebeu novos motor, acabamento e equipamentos.

f1 (640x426)

Líder do segmento por 23 anos consecutivos e reconhecido como o comercial leve com o melhor custo/benefício da categoria, o novo Fiat Fiorino ficou realmente muito mais atual (o Uno original foi lançado na Itália em 1983 e aqui no Brasil um ano depois), de visual mais atraente, continuando econômico, seguro e funcional. A chegada de uma plataforma mais moderna fez com que fossem melhoradas as características de trabalho do veículo.

f2 (640x360)

Comparado com o antigo, o novo Fiorino cresceu no tamanho, ganhou maior capacidade de carga -agora leva até 650 kg e recebeu motor mais potente, o 1.4 EVO flex, que aumenta a sua agilidade e versatilidade nos centros urbanos, para que ele continue sendo uma boa opção para as pequenas empresas ou grandes frotistas.

TUDO NOVO 

Como o novo Uno, a carroceria do Fiorino foi projetada no Brasil pelo Centro Estilo Fiat, e recebeu visual com linhas mais fluidas e arredondadas, herdadas do Novo Uno, que melhoraram a estética e a aerodinâmica do veículo. Exatos 27 anos separavam o projeto do velho Uno/Mille do Novo Uno (lançado em 2010). E isso pesa. O Fiorino foi todo remodelado internamente, ficou mais confortável e funcional. Também chega ainda mais completo, com mais itens de segurança e de conforto em sua lista de equipamentos.

f4 (574x383)

Referência de mercado e com quase 1 milhão de unidades produzidas desde seu lançamento, o Fiat Fiorino sempre foi pensado para enfrentar as diversas condições de trabalho, nem sempre cuidadosas por parte dos usuários.

f3 (574x430)

A primeira geração do Fiorino surgiu em 1977, derivado do Fiat 147, e durou até 1988, quando surgiu então a segunda geração, originada no velho Uno, que veio até hoje. Enquanto no Brasil a terceira geração é feita a partir do novo Uno, na Europa ela é partilhada com o Citroën Nemo e Peugeot Bipper.

MAIOR 

Com a plataforma do novo Uno, o comercial leve da Fiat cresceu, ficando 200 mm mais comprido, 21 mm mais largo, 27 mm mais alto e com um entre-eixos 140 mm maior. Sua capacidade de carga também foi ampliada, passando a transportar até 650 quilos, e o desenho proporciona maior sensação de tamanho ao modelo. Acompanhando as evoluções, a suspensão traseira também é nova, herdada da pickup Strada e adequada ao trabalho pesado.

f5 (574x383)

A frente é similar à do Novo Uno, com o pára-choque na cor preta (opcionalmente pode vir na cor do carro). Sob ele foi posicionado um novo defletor aerodinâmico, que tem a função de melhorar o fluxo de ar sob o carro e diminuir o consumo de combustível.

f6 (574x378)

Os frisos de proteção laterais, de série, reforçam a robustez do modelo e também protegem, trazendo a marca Fiorino gravada na parte traseira do friso. Os espelhos retrovisores externos, maiores, ajudam no trânsito e nas manobras.

 NA TRASEIRA

As lanternas traseiras ficaram maiores e mais funcionais, melhorando a sinalização e a segurança. O novo pára-choque traseiro está mais resistente e seu desenho faz com que ele se incorpore às laterais. Agora ele também é funcional, vem na cor preta (mas também pode ser na cor do carro). O novo Fiorino passa a oferecer sensor de estacionamento como item opcional.

f11 (574x379)

Destaque para as portas do compartimento de carga, assimétricas, com abertura de 180°, com a marca “Fiat” estampada. Elas oferecem abertura em dois estágios. Na primeira fase ficam travadas quando formam um ângulo de 90º em relação à carroceria; depois de destravadas, podem ser abertas (180º) totalmente. A maçaneta da porta foi posicionada verticalmente, e facilita a abertura e manuseio de cargas. Opcionalmente as portas traseiras e parede divisória podem ter vidros, permitindo melhor visibilidade.

f10 (574x324)

Para proteger e acomodar da melhor forma os volumes transportados, o novo Fiorino vem, de série, com forração integral do assoalho do baú, coberturas laterais parciais de plástico, “bate carga” reforçado, luz do baú com três posições de funcionamento (acendimento vinculado à abertura da porta, acendimento forçado e desligamento forçado) e ganchos para a fixação da carga.

f7 (574x383)

As rodas do Fiorino são 5,5 x 14, com pneus maiores do que os da versão anterior. Receberam os 175/70 com baixa resistência ao rolamento, o que colabora para a redução do consumo de combustível.

INTERIOR 

Por dentro , tudo muito parecido com o novo Uno, e nem podia ser diferente. O painel recebeu novo quadro de instrumentos com melhor visualização. Ele traz duas alternativas: base e luxo. A base vem com velocímetro, indicadores de combustível e temperatura (digitais) e hodômetro totalizador e parcial. Na luxo, velocímetro, indicadores de combustível e temperatura (digitais), hodômetro totalizador e parcial, conta-giros e trip computer. O painel também conta com um porta-objetos posicionado do lado esquerdo do motorista, mas que é substituído por botões de comando quando o utilitário for equipado com trip computer. A tomada de força de 12V é item de série.

f9 (574x383)

O console central do Novo Fiorino foi projetado para incorporar um porta-copos duplo, e a manopla da alavanca de câmbio é a mesma do novo Uno. No teto da cabine está localizado um porta-objetos, de série, que também abriga a luz do interior.

f9 (574x383)

Os bancos receberam novos desenho e tecidos na sua forração. Eles são mais ergonômicos e confortáveis, sendo que o do motorista pode ser equipado com regulagem de altura. Também oferece como opcional volante com regulagem de altura e apoio de pé para o motorista. Os painéis das portas foram equipados com bolsa porta-objetos/garrafas.

MOTOR 

O Fiorino 2014 vem equipado com o motor 1.4 EVO Flex, que recebeu nota “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular, o INMETRO. Isso, o coloca entre os mais eficientes e econômicos do mercado. A potência é de 85 cv a 5.750 rpm (gasolina) e 88 cv a 5.750 rpm (etanol); e seu torque é de 12,4 mkgf a 3.500 rpm (gasolina) e 12,5 mkgf a 3.500 rpm (etanol).

f12 (574x383)

O utilitário traz equipamentos que o deixam mais confortável e seguro, com conteúdos inéditos no segmento de comerciais leves. Airbag duplo, ABS, sensor de estacionamento, ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, faróis de neblina, rádio com USB MP3/WMA, travas elétricas, vidros elétricos com one-touch (subida e descida) para o motorista; terceira luz de freio; pára-brisas degradê, alça de segurança do lado passageiro, luz de alerta de manutenção programada, Drive by Wire (controle eletrônico da aceleração) e porta-luvas iluminado, entre outros.

f15 (574x382)

O Novo Fiorino passa a contar com quatro cores, as sólidas Vermelho Alpine, Preto Vulcano e Branco Banchisa, e a metálica Prata Bari. O preço inicial é de R$ 38.450, cerca de R$ 500 a mais que o velho Fiorino.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español