Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Fiat Chrysler vai vender a Magneti Marelli

Compartilhe!

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) vai vender a Magneti Marelli, fabricante de autopeças, já no próximo ano. O anúncio foi feito pelo chefao do grupo, Sergio Marchionne, no momento em que a empresa precisa reduzir custos e realizar um aporte financeiro para enfrentar as dificuldades que o grupo atravessa.

A urgência em se desfazer de operacoes e marcas não se aplica, no entanto, à Alfa Romeo e Maserati. A venda das duas fabricantes de carros poderá mesmo não ser incluída no plano estratégico da empresa para os próximos cinco anos.

Para agora, é certo que a empresa italiana irá trazer novidades para o mercado no quesito veículos elétricos e autonomos, com o objetivo de rentabilizar ao máximo os modelos elétricos do grupo. Marchionne explicou que perde cerca de US$ 18 mil por cada Fiat 500e que vende.

Apesar de estar à procura de parceiros para dividir os custos de criação de novos produtos e da urgência em realizar um aporte financeiro, Marchionne desmente que o Grupo esteja em conversações com a Hyundai ou com o fabricante chinês Great Wall.

“Não tenho qualquer grande negócio em cima da mesa”, garantiu, acrescentando estar focado em atingir os objetivos fixados para 2018 com aredução da dívida do grupo. Também a sua sucessão é tema de preocupação, uma vez que Marchionne deseja se afastar em 2019.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español