Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

FIAT DESISTE DO PROJETO HIDROGÊNIO

Compartilhe!

large_167118

A Fiat, contrariando a tendência da indústria com o desenvolvimento de veículos com células de combustível de hidrogênio como uma alternativa de longo prazo para motores de combustão interna, deu fim ao projeto tecnológico.A marca italiana diz que parou o desenvolvimento de motorizações com células de combustível de hidrogênio e pretende concentrar-se no futuro próximo no gás natural . A Fiat acredita que haja um avanço  tecnológico, pois considera as células de combustível algo ainda fora da realidade.

Com o atual estágio de desenvolvimento da tecnologial, a Fiat acredita que as células de combustível são de curta duração e pouco realistas. O problema é que a platina utilizada ​​como catalisadora é cara e tem uma vida útil curta, além do açto custo dos materiais que, analisado, não compensa no atual momento. A marca acredita que um motor diesel acaba sendo mais eficiente e mais barato.

Em vez disso, a Fiat pretende concentrar-se na expansão do gás natural nos seus modelos por causa das baixas emissões e a relativa simplicidade tecnológica. Além disso, houve também um recente aumento do gás natural que provocou uma queda nos preços. Caso disso é o motor bicombustível 0.9 Twin Air Turbo CNG da Fiat acaba de vencer a categoria de Motor Ecológico do Ano nos Prémios Motor Internacional do Ano.

JFF

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español