Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

FIAT ESTUDA LANÇAR MARCA POPULAR

Compartilhe!

O Grupo Fiat está estudando entrar no mercado de carros de baixo custo para rivalizar com a Dacia, que faz parte do grupo Nissan Renault, sendo uma das idéia recuperar a marca Innocenti e fabricar os veículos fora da Europa para reduzir os custos de produção.

fiat_logo_wallpaper-normal

Numa entrevista dada por Sérgio Marchionne em Turim, Itália, o CEO da Fiat afirmou que “estamos ponderando se existe espaço para uma marca ‘low-cost’ como a Dacia é para a Renaullt dentro do universo Fiat”. Pelo que parece, existe mesmo espaço para uma marca barata rival dos romenos Dacia.

Apesar da Fiat estar com imensa capacidade ociosa de produção nas suas unidades da Itália, Marchionne não quer aproveitar isso, pois não acredita que a marca possa fabricar um carro para ser vendido a menos de US$ 10 mil na Europa e ainda ter lucro. Por isso, está avaliando a capacidade de produção fora da Europa para ter certeza de que uma marca “low cost” é viável

Esta história não é novo, e já dura uns cinco anos, mas sempre encontrou alguma resistência dos executivos do grupo (Marchionne incluído), devido ao receio de ser mais um produto pouco ou nada rentável. Em todo caso, algum trabalho tem que ser feito, e na área do marketing os responsáveis da montadora desejam recuperar a marca Innocenti, comprada em 1990 pela Fiat. A Innocenti lançou o Mini em 1974, um carro urbano redesenhado pela Bertone com base no Mini original de Alec Issigonis.

Outra opção estudada pela área de marketing é uma combinação de letras ou números que posam transmitir uma idéia de “volta ao básico” ou de produto de entrada,.Combinações como “ABC” ou “123” estão sendo testadas. Parece estranho, mas foi uma das idéias surgidas ao longo destes cinco anos.

O fato de Sérgio Marchionne querer reerguer a Fiat e ter lucros aumentando as vendas, trouxe para discussão a idéia da marca “low cost” cujas bases seriam o 500 e o Panda. “Uma marca ‘low cost’ só existirá se houver espaço abaixo da Fiat quando esta subir para outros patamares” explicou Marchionne.

É bom lembrar que a Fiat não é a única a pensar no mercado “low cost” habitado pela Dacia. A Nissan vai recuperar a marca Datsun na Rússia, Índia e Indonésia já em 2014 e pode trazê-la para a Europa em 2016, e o grupo VW, segundo seu CEO, Martin Winterkorn, afirnou em Detroit que a decisão de construir um  modelo “low cost” será tomada este ano, com o carro a ser produzido na China.

Para finalizar, é bom ressaltar que a razão para este súbito interesse nas marcas de baixo preço não é o volume de vendas, a preocupação com os mercados emergentes ou os mercados com crise nas vendas. A razão ten nome: rentabilidade.

Segundo estudos feitos pela Morgan Stanley, a Dacia, marca romena da Renault, tem margem de lucro operacional de 9%, valor semelhante ao das marcas Premium. Junto com as mini SUVs, este é o novo “Santo Graal” do mercado, que as marcas vão tentar dividir entre si.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español