Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Fiat S76 volta a funcionar depois de 100 anos

Compartilhe!

fiat-s76-1910

O histórico Fiat S76 voltou a funcionar, depois de 100 anos de aposentadoria. O modelo, de 1910, era conhecido na época como “A Besta de Turim”. Foi todo reconstruído e voltou a exibir sua força após longo processo de recuperação. Esse carro foi criado apenas para estabelecer a marca de 186,68 km/h e se tranformar no carro mais rápido da década de 1910. Nasceu para competir com o Blitzen Benz, então detendor do recorde de velocidade.

beastofTurin

Pelas mãos do piloto Pietro Bordino, o Fiat chegou a 200 km/h em 1911, na pista de Brooklands, na Inglaterra. No ano seguinte, com o francês Arthur Duray ao volante, registrou 225 km/h de velocidade máxima, desta vez em Ostenede, na Bélgica, mas por estar fora do regulamento, o recorde não foi oficializado. Ainda em 1912, o S76 chegou a atingir os 290 km/h, em Long Island, nos Estados Unidos.

fiat S76 (Foto: divulgação)

A Fiat produziu apenas duas unidades do S76, equipadas com o gigantesco motor de 28.500 cm3, duas velas por cilindro e 300 cv de potência. A tração era traseira, por corrente. Depois da Primeira Guerra Mundial, um deles foi desmontada para esconder a tecnologia de outros fabricantes. A unidade restante foi adquirida por um milionário russo, Boris Soukhanov, e acabou indo parar na Austrália, onde foi descaracterizada e ganhou o nome de Fiat Racing Special.

O britânico Duncan Pittaway foi atrás da história e conseguiu reunir em 2003 o chassi do carro que estava na Austrália com o motor original do modelo que foi desmontado pela Fiat. A partir disso, o S76 foi todo restaurado e voltou às especificações originais, incluindo detalhes como pedaleiras, volante e caixa de direção, radiador, eixos, suspensão e carroceria. Foram 11 anos de trabalho. Depois de pronto, Pittaway pilotou o carro em Goodwood Hillclimb, circuito de 1,9 km na Inglaterra onde uma vez por ano se exibem carros e motos de todas as épocas.

Confira no vídeo:


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español