Fiat Uno Ciao: a despedida aos 37 anos (com vídeo)

Compartilhe!

Quando o Fusca saiu de linha -pela segunda vez- em 1996, a briga pela sua substituição no gosto e no bolso dos consumidores ficou entre o também Volkswagen, o Gol, e o Fiat Uno, cada um agradando sua fatia de mercado. O que contava, além do preço acessível, era a facilidade de manutenção, peças baratas e muita disposição para enfrentar as dificuldades de circulação que o Brasil impõe. Agora o Uno está se despedindo, e na verdade sua história foi escrita de 1984 a 2013 com o projeto original, que teve sequência com outro produto, de mesmo nome, mas que de Uno tinha apenas o nome e a eficiência; essa segunda geração foi lançada em 2010.

por Ricardo Caruso

fiat uno ciao cinza parado dianteira

A segunda geração do Uno arredondou as linhas retas do Uno original e fez muito sucesso. Se o desenho era mais atual, na parte mecânica continuava atraindo pela simplicidade e robustez. E assim 37 anos e duas gerações depois, o Fiat Uno se despede do mercado e entra para a história com a série especial Uno Ciao.

fiat uno ciao cinza parado lateral

A edição de despedida Ciao (que em italiano serve para um “oi” ou um “tchau”), tem pintura em cinza, 250 unidades, plaqueta numerada e um interessante “pacote” de acessórios.

Por dentro tem revestimentos exclusivos, rádio com bluetooth e tomada USB, vidros elétricos na dianteira e console de teto com porta-óculos e espelho convexo para vigiar crianças no banco traseiro. O preço é de R$ 85 mil.

fiat uno ciao cinza parado traseira

Como já dissemos, serão 250 unidades numeradas, identificadas por uma plaqueta no lado direito do painel. Na parte inferior das laterais adesivo alusivo à versão e, na traseira, o emblema do carro ganhou as cores da Itália. O carro numero 250 desta série vai receber o número 4.379.356 na plaqueta, a exata quantidade de Uno produzidas em Betim (MG).

fiat uno ciao cinza interior plaqueta de indentificacao

O Uno foi lançado em 1984, um ano depois do lançamento mundial do modelo, com desenho de Giorgetto Giugiaro. Impressionava pelo espaço interno. O Uno brasileiro era diferente do italiano, com suspensão traseira independente com molas semielípticas transversais, como no 147; na Itália usava eixo de torção. Essa suspensão ocupava espaço no portas-malas e por isso o estepe ficou alojado sob o capô, que também era diferente.

Assim, o Uno gerou uma grande “família”, com os modelos sedã (Premio), wagon (Elba) e picape/furgão (Fiorino), e algumas versões hgistóricas, como o Uno Turbo, 1.5 e 1.6R e Uno Mille, entre outras.

fiat uno ciao cinza interior console de teto
fiat uno ciao cinza interior painel
fiat uno ciao cinza interior painel 3
fiat uno ciao cinza interior painel 2

Com o lançamento do Palio em 1996, o Uno ficou apenas com o Mille, o carro de entrada da marca. A segunda geração chegou em 2010, pouco tendo de relação com o original, mas que de maneira inteligente resgatou o forte nome “Uno”. A ideia inicial da Fiat era um carro compacto, com desenho diferente e coim muitos itens de personalização. Um exemplo eram as fores fortes, “amarelo marca texto” e “laranja nemo”, e o painel, que tinha uma moldura que podia ser trocada; fora adesivos para a parte externa e uma longa lista de acessórios.

O Fiat Uno encerrou sua trajetória apenas com a versão Attractive 1.0 Fire. Sua produção está sendo encerrada por não atendar à norma de emissões Proconve L7.

Assim, após 37 anos de produção no Brasil, a Fiat anunciou a despedida do Uno em grande estilo, com toda a pompa e circunstância que o carrinho merece, numa campanha publicitária cheia de paixão e de histórias para contar. Com o conceito “A paixão é interminável”, desenvolveu com sua agência de publicidade (a Leo Burnett) um projeto de despedida que traz o próprio carro contando sua história em tom emotivo e no formato “Draw my life”, linguagem que é sucesso no Youtube. Confira:

“O Uno é um ícone, que marcou a vida de muita gente. Ele foi o primeiro carro de muitos, esteve presente em importantes momentos e se tornou uma lenda, não só para a história da Fiat, mas para milhões de brasileiros também. Então, preparamos uma despedida que diz um pouco do legado que ele representa”, explicou Malu Antonio, gerente de Storytelling e Content da Stellantis para a América do Sul. A campanha ainda conta com outras iniciativas, com uma parceria com o BuzzFeed, memes e muita interação com os fãs.

Com uma campanha 100% digital, o filme traz o Uno se despedindo do público brasileiro, que o fez ser o carro mais vendido da marca na América Latina. No estilo “Draw my life”, o vídeo traz uma edição acelerada juntamente com ilustrações seguidas da narração do Uno.

Explorando um formato nativo do YouTube, o modelo conta sua história cheia de emoção e relembra lindos momentos que viveu e proporcionou aos seus consumidores, como viagens, passeios em família aos domingos até as longas rotinas de trabalho.

O público será convidado a interagir de diversas formas ao longo da despedida. O projeto conta com uma série de memes que convocam os internautas a compartilharem as suas histórias com o carro que marcou gerações.

Para os fãs da marca, a Fiat ainda preparou uma parceria com o Buzzfeed por meio de um questionário que vai apontar “Qual Uno você é?”. Para descobrir, acesse: https://buzzfeed.com.br/quiz/qual-fiat-uno-e-voce


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español