Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Ford Europa prepara grandes mudanças e demissões

Compartilhe!

A Ford Europa prepara grandes mudanças. Economia de custos, revisão da linha de modelos disponíveis, aposta mais forte nos SUVs e eventuais demissões são algumas das medidas que a Ford marca prepara no curto/médio prazo para o seu futuro no Velho Continente.

Segundo noticiou o Sunday Times, citado pela agência Bloomberg, cerca de 24 mil empregos estão em risco, nas fábricas europeias da Ford . Como base para esta notícia, surgem não só os quase US$ 80 milhões de prejuízos, somados pela empresa norte-americana, entre abril e junho, na Europa, por conta do declínio acentuado nas vendas do veículos a diesel.

Ao mesmo tempo, a questão do Brexit, que poderá levar à aplicação de novas tarifas na importação e exportação de automóveis para o Reino Unido. Situação que é vista igualmente como uma preocupação crescente também para outras marcas.

Segundo as últimas notícias, a Ford cogitou encerrar a produção do sedã e wagon Mondeo (como é chamado o Fusion por lá), mas já desmentiu. Sorte melhor não devem ter as minivans S-Max e C-Max. Estes dois modelos deverão ser substituídos por novos SUVs, propostas hoje em dia mais rentável.

Estas novas medidas, cuja implementação só deverão ser implantadas dentro de alguns meses, poderão levar igualmente à criação de uma joint-venture com um dos fabricantes europeus, como por exemplo a Volkswagen, para maiores economias de escala. Isso repetindo a experiência da Autolatina (na América do Sul) e Autoeuropa (em Portugal)


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *