Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Ford Transit, agora uruguaia, volta ao Brasil

Compartilhe!

       

A Ford apresentou a Transit, versão de passageiros, que chega ao mercado brasileiro em outubro, como primeiro produto da sua recém-criada Divisão de Veículos Comerciais. Com a experiência da marca -que é líder mundial do segmento- o modelo traz tecnologias e equipamentos exclusivos e vem acompanhado de uma estrutura completa de venda e pós-venda, focalizada em oferecer o melhor retorno financeiro para o cliente comercial.

“A Transit é um ícone global, com mais de 60 anos de tradição, e chega ao Brasil com os mesmos atributos que a tornaram líder de vendas na Europa e nos Estados Unidos”, disse Guillermo Lastra, diretor de Veículos Comerciais da Ford América do Sul. “Ela faz parte do ‘Ford Pro’, um ecossistema completo criado para oferecer máxima produtividade para o cliente comercial, com o melhor produto e o menor custo total de operação”.

A Ford Transit será oferecida inicialmente no modelo de passageiros, ou minibus, com dois comprimentos e duas alturas, que somam assim cinco versões: com 14+1 ou 15+1 lugares; com 17+1 ou 18+1 lugares; e a chamada versão “vidrada”. Há duas opções de cores: branco e prata, que são as mais usadas e fáceis de adaptar para adesivagem e envelopamento.

Equipada com o motor mais potente e avançado da categoria -segundo a marca- transmissão manual de seis velocidades e tração traseira, a Transit é referência em segurança, dirigibilidade e tecnologia. Entre outros equipamentos, é a única a vir com piloto automático adaptativo, sistema de permanência em faixa, auto start-stop, três modos de condução, volante multifuncional, estribo elétrico automático, cinto de segurança de três pontos para todos os passageiros e conexão USB nas fileiras de bancos.

A van da Ford também é a primeira a trazer conectividade de série, com um modem embarcado e o aplicativo “FordPass”, que aumenta a produtividade e agiliza os serviços para o cliente profissional, que não pode parar por longos períodos.

Além de ser um produto reconhecido mundialmente pela qualidade, agora produzido na América do Sul (é montada no Uruguai) e validado pela engenharia brasileira, a Transit conta com estrutura completa de serviços pós-venda para atender o cliente em toda a sua jornada, com o menor custo de posse.

Isso inclui desde uma rede com mais de 100 concessionárias e cobertura nacional, novos depósitos de peças e serviço de atendimento ao cliente, até condições especiais de financiamento e parceiros modificadores certificados.

A nova Transit é produzida no Uruguai, na nova fábrica construída pela Ford em parceria com a Nordex, seguindo padrões globais de qualidade. Para garantir sua adequação ao mercado brasileiro, o veículo passou por um extenso programa de desenvolvimento feito pela engenharia daqui, que incluiu mais de 1 milhão de quilômetros de testes usando a estrutura do Campo de Provas de Tatuí, em São Paulo.

Ela é equipada com o motor EcoBlue 2.0 turbodiesel, o mais moderno e tecnológico da Ford no segmento. Além de ter o maior torque e potência da categoria –41,3 mkgf (entre 1.750-2.500 rpm) e 170 cv (a 3.500 rpm)– e baixo consumo, ele é o primeiro veículo homologado no programa de emissões Proconve 7 (Euro 6), com Arla-32.

O novo motor se destaca pelo desempenho tanto em alta como em baixa rotação, com soluções voltadas para a eficiência, durabilidade e baixo custo de manutenção. Seus avanços incluem turbo de geometria variável com comando eletrônico, intercooler, correia banhada em óleo, virabrequim com geometria para redução de ruído e atrito, injetores individuais e comando de válvulas integrado. O uso de óleo SAE 5W30 semi-sintético, com troca a cada 20.000 km, é outro fator de economia.

”Desde o projeto, a Transit foi pensada com foco na produtividade do cliente para oferecer a maior eficiência e o menor custo na operação do veículo”, disse Daniel Santos, gerente de Desenvolvimento do Produto da Ford América do Sul. “A tração traseira, o assistente de troca de marchas no painel, os pneus com baixa resistência ao rolamento e a direção elétrica, com diâmetro de giro até 12% menor que o da concorrência, são itens que contribuem para reduzir o desgaste de componentes e favorecem a dirigibilidade.”

Mostrando sua vocação urbana, a Transit é a única da categoria com sistema auto start-stop, que aumenta a economia de combustível na cidade. Os três modos de direção –Normal, Econômico e Escorregadio– que variam a calibração do módulo de gerenciamento do motor, da atuação do pedal do acelerador e do desempenho do ar-condicionado, é outra exclusividade. Ela tem ainda sistema inteligente de carregamento da bateria, com alternador de ciclo otimizado que aproveita as desacelerações para poupar energia.

          Direção elétrica, freio a disco nas quatro rodas, computador de bordo completo e luzes diurnas também são itens de série.

          A Transit tem o conjunto de segurança entre os mais completos da categoria, reconhecido pelo Euro NCAP com nota máxima e o selo “Gold Medal”, incluindo carroceria feita em aço de alta resistência reforçado com liga de boro e tecnologias semi-autônomas que ajudam a evitar acidentes e aumentar a produtividade.

          Ela é a única, por exemplo, a vir com estribo lateral elétrico de série, que aumenta a segurança e conforto na entrada e saída dos passageiros, com acionamento automático e controlado também pelo painel de instrumentos. Cintos de segurança de três pontos em todas as posições, barras de apoio nos dois lados da entrada, encostos de braço ajustáveis e bancos reclináveis de série na versão 17+1 são outros itens que diferenciam a Transit das concorrentes, assim como o corredor central com fácil acesso para os passageiros.

Sua cabine também é silenciosa, 20% melhor que a da concorrência, criando um ambiente que reduz o estresse do motorista e aumenta o conforto dos passageiros.

          A Transit é conhecida por oferecer ao motorista o mesmo conforto de um veículo de passeio, com comandos à mão. O volante multifuncional tem regulagem de altura e profundidade e o banco dispõe de ajustes em quatro posições, com apoio de braço regulável. O painel conta com uma tela multifuncional de 4”, de fácil operação e leitura.

          A praticidade na cabine é destacada pelo console de teto, nichos para copos, garrafas e documentos e um compartimento sob o banco do passageiro com espaço para acomodar uma mochila ou ferramentas. Outro recurso útil é o encosto rebatível do banco do passageiro, que se transforma numa mesinha de apoio para laptop ou documentos.

          A Transit traz um “pacote” de tecnologias semiautônomas de assistência ao motorista, apoiadas por câmera e radar com foco na produtividade e segurança. Ela é a única da categoria com piloto automático adaptativo, assistente de permanência em faixa e assistência autônoma de frenagem com detecção de pedestres.

Também vem de série com controles de estabilidade e de tração, anticapotamento, de torque em curvas e adaptativo de carga, estabilização de vento lateral e assistência de partida em rampas, que ajuda a reduzir o desgaste da embreagem. Câmera de ré elevada, sensor traseiro de estacionamento e retrovisores elétricos com indicador de direção também são de série.

          A conectividade é um dos diferenciais da Transit. Ela é a primeira do segmento a vir com um modem embarcado de série, integrado à arquitetura elétrica do veículo para facilitar o seu controle e manutenção. Com o aplicativo “FordPass”, o cliente tem o veículo na palma da mão, acessando comandos e informações pelo celular.

          O aplicativo permite agendar serviços online nas concessionárias e acompanhar a sua execução, localizar o veículo, gerar indicadores úteis para o negócio e receber mais de 3.000 alertas de falha, facilitando a precisão e agilidade no diagnóstico.

          Além disso, se ocorrer uma falha grave, a Ford pode entrar em contato com o cliente por meio do acompanhamento preventivo inteligente, para evitar a parada do veículo. Outra novidade é a assistência técnica em conferência, em que o suporte técnico por telefone coloca o cliente em contato direto com o chefe de oficina da concessionária para resolver qualquer problema no veículo, seja por orientação remota, atendimento no local ou guincho.

          A Transit também é a única que já vem com central multimídia de série, o “SYNC Move”, desenvolvido pela engenharia local, com tela sensível ao toque de 8 polegadas, fácil visualização e comandos de voz. Ela inclui acesso a Android Auto e Apple CarPlay, Bluetooth e permite baixar aplicativos, como o Waze. Quando pareada com o celular, exibe também um botão 0800 para falar direto com a Ford, por meio de um simples toque na tela.

A central dispõe ainda de uma tecla de acesso rápido à câmera traseira, para o motorista conferir o que acontece atrás do veículo a qualquer momento. A atualização de software é feita “over the air”, na nuvem.

A Ford Transit chega ao mercado como o veículo mais completo da categoria, uma equipe 100% dedicada e estrutura de pós-venda que tem a conectividade como um facilitador para garantir a produtividade. O resultado de tudo isso se vê no bolso do consumidor, com o um custo total de posse menor. Suas peças de desgaste e reparo, por exemplo, tem preço cerca de 15% a 20% abaixo do principal competidor.

A Transit vem com garantia de um ano ou 100.000 km e tem revisões a cada 20.000 km com o sistema de “preço fixo”, que garante transparência e previsibilidade de custo. O cliente também tem a opção dos contratos “Ford Protect”, que permitem a aquisição antecipada de revisões, incluídas no financiamento.

          A Ford criou condições especiais de lançamento para o financiamento da Transit, em parceria com o Bradesco, incluindo 90 dias de carência, taxas reduzidas, zero de entrada e até 36 parcelas, tanto para pessoa física como pessoa jurídica.

          As modificações mais comuns na Transit, como instalação de ar-condicionado e banco adicional, serão feitas no “Mod Center”, localizado no Espírito Santo, ao lado do porto de entrada. Além de garantir a qualidade e agilidade na implementação, essa estrutura oferece flexibilidade no atendimento.

Para outras transformações na Transit, a Ford preparou uma rede de parceiros modificadores. Além de um portal exclusivo para esses transformadores, com manuais e regras de uso e tudo o que pode ser feito no veículo, incluindo pontos de furação e diagramas elétricos, eles contam com a assistência da engenharia da marca em todo o processo.

A marca criou também uma estrutura especial para grandes frotistas, com um funcionário dedicado para oferecer atendimento e manutenção personalizada na concessionária.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español