Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Fraude: VW pode contratar ex-chefão do FBI

Compartilhe!

A Volkswagen está tentando contratar Louis Freeh, antigo chefão do FBI, para ajudar a marca alemã a lidar com as autoridades norte-americanas devido no caso das fraudes nas emissões poluentes.

Louis_Freeh

A informação foi publicada pelo jornal alemão “Sueddeutsche Zeitung” que revela ainda que Freeh -que desempenhou função semelhante para a Daimler- será consultor e tentará minimizar os estragos provocados pelos testes de emissões de NOx.

Freeh, de 66 anos, foi chefe do FBI entre 1993 e 2001, tendo sido em 2010 contratado pela Daimler para acompanhar de perto os desenvolvimentos num alegado caso de corrupção, em que a marca concordou em pagar mais de US$ 185 milhões de multa para as autoridades norte-americanas.

Christine Hohmann-Dennhardt, nova diretora da VW para a Integridade e Assuntos Legais -e que já tinha trabalhado com Freeh na Daimler- está forçando a sua contratação para acompanhar o caso, afirmou também o jornal alemão.

No entanto, nada ainda é definitivo, pois a decisão final -de contratar ou não Freeh- caberá a uma comissão especial do conselho de supervisão da própria VW.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español