Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

General Motors garante que não vai sair da Argentina

Compartilhe!

Pondo fim aos boatos de que estaria com intenção de fechar sua fábrica na Argentina, a General Motors anunciou ao Governo daquele país sua intenção de continuar apostando e produzindo na Argentina. A declaração veio durante uma reunião com a ministra da Indústria do país vizinho, Débora Giorgi, com executivos internacionais da empresa.

a0

O vice-presidente de Política Pública Global de General Motors, Robert Ferguson, e a presidente da GM Argentina, Isela Constantini, informaram a Giorgi sobre o andamento do “Projeto Fênix”, que está tendo investimento de US$ 750 milhões na fábrica de Rosário para a produção da nova geração do Chevrolet Cruze e motores de última geração para todo o Mercosul.

Além disso, os executivos agradeceram ao Governo pelo empréstimo de fundos recebido em 2009, quando a empresa esteve à beira da falência.

O Cruze argentino será maior e mais leve que o atual, e vai chegar prometendo melhor dirigibilidade. O motor que será fabricado na Argentina é a gasolina, turbo, com bloco de alumínio e injeção direta. Conforme a versão terá sistema Start/Stop. Começará a ser fabricado em maio de 2016.

As cilindradas serão de 1400 e 1500 cm3, sempre com turbo e a gasolina e até 160 cv de potência máxima. O projeto prevê ainda motores 2.0 turbo-diesel e flex. Em termos de câmbio, terá caixa manual de seis marchas e automática de sete com dupla embreagem.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español