Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

GM PODE ROMPER ACORDO COM A PEUGEOT-CITROËN

Compartilhe!

Casamento em crise? GM está insatisfeita.

De acordo com especialistas, a GM poderá encerrar o acordo com a PSA, caso a situação financeira da empresa francesa não melhore. As recentes ameaças de demissão de 8.000 funcionários na França, o possível fechamento de uma fábrica e a pressão do governo francês, vêm prejudicando a imagem da Peugeot Citroen, e, consequentemente, o valor de suas ações.

Importante lembrar que a GM adquiriu 7% das ações da PSA em março último, onde gastou 320 milhões de Euro, com o objetivo de encontrar um parceiro para o desenvolvimento de novos modelos. Contudo, como o grupo europeu registou o quinto ano consecutivo de perdas pesadas, é possível que as intenções da GM mudem; já há quem reconheça que foi um mau investimento. De imediato, não parece ser provável que a GM venda as suas ações, pois elas estão valendo hoje menos do que valiam na época da compra. De qualquer forma, a GM está enviando um recado aos franceses e espera que se se recuperem financeiramente o mais rápido possível. Ou vai cair fora…

 

Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español