Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Há 30 anos morreu Alec Issigonis, o pai do Mini

Compartilhe!

Sir Alec Issigonis, ou melhor, Alexander Arnold Constantine Issigonis, nasceu em 18 de novembro de 1906 em Esmirna, na Turquia, e entrou para a história do automóvel com a criação do Mini, um dos mais revolucionários automóveis de todos os tempos. Issigonis morreu há 30 anos, no dia 2 de outubro de 1988. 

Filho de um comerciante grego que imigrou para Londres em 1922 para fugir da guerra entre Turquia e Grécia, estudou engenharia e garantiu um lugar na Morris Motors em 1936, como projetista de suspensões. Depois de abandonar a empresa, regressou no início de 1950, quando a Morris Motors já estava integrada à British Motor Corporation. 
 

No final dos anos 1950 a Europa sentia os efeitos da crise energética motivada pelo conflito no Canal do Suez e tornou-se necessário caminhar para a produção de automóveis menores, mais leves e com motores de baixo consumo. Foram estas as diretrizes que levaram Alec Issigonis a projetar um automóvel compacto, com o motor colocado em posição transversal para deslocar para a frente as rodas dianteiras. O desenho era radical para a época, mas permitia transportar sem dificuldades quatro pessoas num automóvel com cerca de três metros de comprimento. 

Foi um sucesso que ajudou a alterar a forma de pensar o automóvel, e quando o criador do projeto morreu, em 2 de outubro de 1988, tinham sido produzidos cinco milhões de unidades do Mini.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *