Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

HONDA CR-V 2012: RENOVADO

Compartilhe!

Se você planeja comprar um Honda CR-V, espere. A marca adiantou algumas informações sobre a nova geração do seu utilitário CR-V 2012, que desembarca no mercado brasileiro em breve. Responsável por fatia de 15% dentro do segmento de SUVs em 2011, o modelo chega bastante renovado em março nas concessionárias, apresentado como “quarta geração”. Continua sendo feito no México, e embora seja similar ao fabricado nos Estados Unidos, manteve infelizmente o motor 2.0 (de acordo com a Honda por conta dos impostos contidos para motorizações de até 2 litros); lá fora, os motoristas são mais felizes, pois há apenas versões com motor 2.4. Desse modo, fica difícil competir com Chevrolet Captiva, Ford Edge e Fiat Freemont/Dodge Journey, entre outros, equipados com motores maiores e mais potentes.

O CR-V segue o que foi mostrado no conceito do Salão de Los Angeles, no final do ano passado: o desenho evoluiu e sugere maior robustez e as linhas continuam agradáveis, alinhadas com as tendências atuais. Embora a distância entre-eixos permaneça em bons 2,62 metros, ele ficou 4 cm mais curto (4.35 m), graças a traseira redesenhada, embora tenha ganhado frente mais longa. Segundo a Honda, seu coeficiente de penetração aerodinâmica melhorou: o Cx caiu de 0,35 para 0,32.

MESMO 2.0

A mecânica permanece com o motor 2.0 16V V-Tec, agora com 155 cv (antes era de 150 cv), com melhoria de torque, algo sempre interessante e desejado num veículo pesado e familiar. Motores maiores e mais potentes são mais do que esperados pelos consumidores, mas não foi dessa vez. Além do extenso “pacote” de equipamentos (mais generoso ainda na versão top 4×4, na verdade um tração dianteira com acoplamento hidráulico das rodas traseiras, quando necessário) o Honda chega na linha 2012 com  a opção do câmbio manual. Com caixa de seis marchas, será o modelo de entrada para o consumidor ávido por dirigir um Civic grandalhão e assim se sentir um autêntico aventureiro, mesmo que jamais coloque seu SUV na terra. No automático de cinco marchas, o CR-V ganhou a tecla Econ, que atua também junto ao condicionador de ar e direção elétrica, e garante menor consumo. Segundo a Honda, como de praxe, suspensões e freios permanecem iguais aos do anterior. Houve, no entanto, um ligeiro aumento no porta-malas (ainda não divulgado pela montadora).

Os preços também não foram anunciados, mas deverão começar na casa dos R$ 85 mil, permanecendo com três anos de garantia. Por hora, vale dizer que o utilitário que já era bom, continua bom…


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español