Desde 1963: este é o milionésimo Porsche 911

O Porsche 911 é um raro veículo esportivo que pode ser usado no dia a dia, com desenho inconfundível, verdadeiro símbolo da marca alemã. Hoje, dia 11 de maio de 2017, em Zuffenhausen, o milionésimo exemplar saiu da linha de montagem. Trata-se de um Carrera S com a cor especial “Irish Green” e com inúmeros detalhes exclusivos que seguem a imagem do original 911 de 1963.

Este esportivo de duas portas continua sendo o modelo mais importante na estratégia da linha de produtos do fabricante e tem uma enorme contribuição na manutenção da posição da Porsche como uma das mais rentáveis  montadoras de automóveis no mundo.

Wolfgang Porsche, chefão do Conselho de Supervisão da marca, fez parte do desenvolvimento do 911 desde o primeiro dia: “Há 54 anos, estava pronto para fazer a minha primeira viagem pela rodovia Grossglockner, nos Alpes, com o meu pai. A sensação de estar ao volante de um 911 é tão agradável hoje como antes. Isso deve-se ao fato do 911 assegurar que os valores fundamentais da nossa marca são tão visionários hoje como eram no primeiro Porsche 356/1 de 1948”.

O Porsche 911 estabeleceu uma nova categoria e permanece no auge do segmento dos veículos esportivos top de linha. Só em 2016, foram entregues 32.365 veículos em todo o mundo. No entanto, manteve a sua exclusividade ao longo das décadas e tornou-se um cobiçado item de colecionador. A qualidade do 911 é lendária. Mais de 70% de todos os 911 já produzidos ainda estão aptos a serem conduzidos nos dias de hoje.

A sua mitologia tem sido cultivada por repetidos sucessos nas competições de automobilismo. Concebido para ruas e pistas, nenhum outro veículo esportivo traz essa receita de sucesso como o 911. Mais de metade das 30.000 corridas em que a Porsche saiu vencedora foram realizadas com o modelo. A Porsche nunca se afastou do conceito do original 911.

“Continuamos a aprimorar a tecnologia do 911, afinando e aperfeiçoando o nosso esportivo”, disse Oliver Blume, chefão do Conselho Executivo da Porsche AG. “É por isso que continua a ser um veículo de última geração e tecnicamente inovador. Também fomos capazes de expandir a linha de modelos com muito sucesso por meio de várias derivações”.

Um fator significativo neste sucesso é o local de produção, na sede, em Zuffenhausen, Alemanha, onde os 911 são fabricados. Hoje, todos os veículos de duas portas -911, 718 Boxster e 718 Cayman- e as suas diversas versões são produzidos ali, graças a um sistema de produção sofisticado. Os trabalhadores na linha de montagem são especialistas em até 200 tarefas diferentes e, com a sua paixão e conhecimento, garantem que cada Porsche é entregue com a qualidade que é típica da marca.

Uwe Hück, presidente do Conselho de Empresa do grupo Porsche, disse: “Não consigo imaginar a história de sucesso do 911 sem os funcionários Porsche. Hoje, temos o milionésimo 911. O bom é que nossos colegas ainda os constroem com a mesma dedicação com que construíram o primeiro modelo. A produção do Mission E em Zuffenhausen está marcando uma nova era na Porsche. E é claro que, se quisermos torná-lo um sucesso, vamos precisar dos nossos funcionários altamente qualificados e motivados. Eles vão certificar-se de que o Mission E é uma experiência emocional, assim como o nosso 911 sempre foi e sempre será “.

O milionésimo 911 será propriedade da Porsche. Antes de ir enriquecer a coleção do Museu da Porsche, vai embarcar numa turnê mundial e irá percorrer algumas estradas na Escócia, em Nürburgring, nos Estados Unidos, na China e outros locais ainda não divulgados.

Tags:

 

Sobre o Autor

Mais posts por | Visite o site de RICARDO CARUSO