Viper, Defender, Lancer Evolution… as maiores baixas de 2016

Nada é eterno na história do automóvel, só as lembranças. Numa indústria tão competitiva e em constante evolução, não há lugar para modelos que não se adaptam mais às exigências do mercado. Apesar de se adaptarem bem a qualquer garagem. Quem não deseja ter disponível um Dodge Viper, um Land Rover Defender ou um Lancer Evolution? Ou os três juntos?

handling-main

O ano de 2016 não levou desta vida apenas nossa paciência, sonhos e ícones do cinema e da música. Para a desgraça dos fãs dos automóveis que realmente significam algo, 2016 também fez as suas vítimas na indústria automotiva. Os motivos são diversos: fraco desempenho de vendas, desacordo com as legislações ambientais ou falta de dispositivos de segurança. É só escolher.

2012-land-rover-defender-1

Logo em janeiro, a mais antiga linha de produção do mundo, a britânica Solihull, deixou de fabricar o Land Rover Defender. Poucos meses depois, foi a vez do Grupo FCA anunciar o fim de um dos mais fantásticos superdesportivos de todos os tempos, o Dodge Viper.

2015 Lancer Evolution Final Edition

Se nos Estados Unidos e na Europa as notícias não foram nada animadoras, as notícias vindas do Japão foram muito menos alvissareiras. Entre outros motivos ruins, 2016 ficará marcado na história do automóvel como o ano em que a última unidade do Mitsubishi Lancer Evolution foi produzida.

Que 2017 traga só boas notícias.

 

Tags:

 

Sobre o Autor

Mais posts por | Visite o site de RICARDO CARUSO