Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

LANÇAMENTO: o que mudou no Jeep Renegade 2019

Compartilhe!

Lançado em 2015, Jeep Renegade passou por um facelift de meia de ciclo e ganhou novos equipamentos, mas a mecânica continua a mesma. O SUV chegou à linha 2019 com diversas novidades, inclusive em termos estéticos, com preços que começam em R$ 78.490 para a versão Sport com câmbio manual e chegam quase a dobrar no Trailhawk 2.0 automático, que sai por R$ 136.990. Haverá ainda o Renegade 2019 PcD (pessoas com deficiência), com preço de R$ 69.990. 
 
Fotos: Divulgação Jeep
Jeep Renegade 2019 Limited tem novas rodas
Renegade 2019 Limited

O facelift do Renegade apresenta grade dianteira mais estreita, com as tradicionais sete fendas. Os para-choques também foram redesenhados e agora são padronizados em todas as versões. Isso tem um papel funcional: as versões flex passam a ter ângulos de entrada de 28°, enquanto no Renegade diesel é de 30°. Os faróis continuam redondos, mas com nova apresentação interna; nas versões Limited e Trailhawk, são com LEDs, inclusive nos de neblina e nas luzes diurnas (DRL). Esse conjunto, com mais de 50% de alcance que o atual com lâmpadas quentes, está disponível como opcional no Longitude.

Jeep Renegade 2019 Trailhawk: nova grade
  Renegade Trailhawk

Na traseira, a mudança está na maçaneta do porta-malas, posicionada agora na própria tampa do compartimento; antes ficava mas abaixo, entre a tampa e o para-choque traseiro. O porta-malas ganhou 47 litros de capacidade, com a adoção de estepe temporário, passando a ter capacidade total de 320 litros. Essa medida é estranha para um Jeep, que pode ser usado em condições ruins de piso, mas já havia sido adotada nas versões flex e agora chegou a toda a linha, menos no Trailhawk -o top de linha- por ser o mais indicado para aventuras off-road.

Jeep Renegade 2019: abertura do porta-malas mudou de lug

 

As rodas do Renegade linha 2019 são de liga-leve em todas as versões, com vários modelos e até mesmo combinando com a cor da carroceria. No Limited, por exemplo, de cor Cinza Antique, os detalhes da grade e as rodas são grafite. Na cor Deep Brown, os detalhes são em bronze, com a grade grafite. Nas demais cores do Limited, grade, rodas e outros detalhes são  em prata fosco. 

Por dentro, mudou o desenho do console, que recebeu novos comandos do ar-condicionado, e diversos porta-objetos, que estão em maior quantidade e com mais capacidade. Nas versões diesel, o botão giratório do Selec-Terrain também foi reposicionado

 

O Renegade Sport  tem de série o Uconnect 5, com tela touchscreen de cinco polegadas e câmera de ré incorporada. Uma das entradas USB (a que ficava no porta-objetos do console), foi reposicionada e agora atende os passageiros traseiros. A partir da Longitude, o Renegade 2019 passa a ser equipado com o novo multimídia Uconnect, já presente no Compass, com tela touchscreen de 8,4 polegadas. De acordo com a Jeep, é a maior da categoria categorua. É possível conectar o smartphone pelas plataformas Android Auto e Apple Car Play, para acessar aplicativos de navegação, como Google Maps e Waze, ou de música, como o Spotify e o Deezer, entre outros. O sistema permite ainda acessar, por exemplo, o ar-condicionado, por meio de toques ou comando de voz. O Renegade PcD não tem nenhum sistema multimídia como item de série.

Na parte mecânica, não aconteceu nenhuma mudança no Renegade 2019 O motor 1.8 16v flex E.torQ, com 139 cv de potência e 19,27 mkgf de torque máximos (quando abastecido com etanol) continua equipando as versões de entrada. Ele usa transmissão manual de cinco marchas ou automática de seis. As configurações mais luxuosas permanecerão com o 2.0 turbodiesel Multijet, com 170 cv e 36 mkgf, com câmbio automático de nove velocidades e tração 4×4.

GALERIA DE FOTOS

 

 
 

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *