Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

LUTO: EDUARDO HIROSHI

Compartilhe!

hj luto

Momento triste e de profunda reflexão. Nosso colega, o jornalista Eduardo Hiroshi nos deixou, às vésperas de completar 35 anos. Nasceu em São Carlos (SP) em 12 de maio de 1977. Era formado pela Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Bauru (SP). Iniciou a carreira no jornalismo em janeiro de 2000, como assessor de imprensa da Lide Comunicação, atendendo a conta da Volkswagen do Brasil. Atuou até junho de 2002 na Fábrica de Motores de São Carlos, quando foi transferido para o escritório da Lide em São Paulo, mas ainda atendendo à Volkswagen.

Em 2003, migrou para a mídia impressa, sendo repórter do caderno “Máquina” do jornal Agora São Paulo. Hiroshi ficou naquele veículo por quatro anos (os dois últimos como editor), transferindo-se para a revista Car and Driver, onde foi repórter de 2008 a 2010.

Desde abril de 2010 estava novamente no cargo de editor do caderno “Máquina” do Agora São Paulo. Também fez trabalhos como freelancer para o caderno Veículos da Folha de S.Paulo em 2008 e para as revistas Quatro Rodas e Car and Driver.

Hiroshi era sempre divertido e bem humorado. Inteligente, dedicado e apaixonado por carros, cometeu suicído ao se jogar da janela de seu apartamento em São Paulo, SP. Há tempos falava na “grande mudança”.  Descanse em paz, amigo, apesar da grande bobagem que fez.

600924_152189248286728_1014884383_n

A seguir, a sua carta de despedida postada no Facebook.

“Bom, pessoal, é isso. Nos últimos dias contei várias histórias e recuperei fotos de viagens porque queria relembrar bons momentos e dividi-los com os amigos. Mas o retorno para a realidade é mais difícil.

Obrigado a todos pela audiência, pela presença e pela amizade. Se não deu, é porque a vida nos reservava outros planos. Parto para outra e não sei o que vou encontrar. Mas espero aos amigos que ficam que encontrem paz, saúde e felicidade.

Obrigado a todos os meus colegas de trabalho, atuais e do passado. Um agradecimento especial aos que me deram oportunidades de trabalho: Célia e Irene, em meu primeiro emprego no setor automotivo, na Volkswagen de São Carlos no ano 2000; Eliane e Duarte, pela chance no Agora em 2003; Guerrero e Lucas, pela Car and Driver em 2008; e Cesar e Toninho, pela oportunidade do retorno ao Agora em 2010.

Tenho muitos amigos e não quero fazer agradecimentos ou homenagens especiais porque certamente seria injusto ao esquecer vários nomes. Mas quero que todos saibam o quanto vocês foram importantes em minha vida. Amei poucas mulheres, mas de forma sempre intensa; a cada uma delas, mil beijos no coração.

Quero fazer um agradecimento especial ao meu pai, que nunca me abandonou mesmo em tempos difíceis. Em nome dele, agradeço a todos os membros das famílias Komatsu (materna) e Kawauche (paterna).

 Antes que eu me arrependa: Adeus. Até a próxima”.

 

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español