Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Mais sofisticada, nova geração do Sandero chega no ano que vem

Compartilhe!

 

A próxima geração do Dacia/Renault Sandero pretende fazer grandes estragos na concorrência. Poderá usar a plataforma CMF-B (do futuro Renault Clio, sendo que nem a geração atual chegou ao Brasil), e terá também dimensões mais generosas, próximas de um Volkswagen Golf, segundo a publicação Auto Bild.

Por isso, na Europa em 2012 chegou a segunda geração (e atual) do Sandero. Um carro em tudo igual ao anterior (recorre à mesma plataforma), porém com maior qualidade, mais equipamentos e visual mais interessante. No Brasil deu origem ainda à pickup Oroch.

 Em 2019 chegará finalmente ao mercado a terceira geração de um dos “best sellers” da marca romena. Etendo em consideração os primeiros boatos, a coisa promete. Na sequência poderá chegar ao Brasil.

Ainda de acordo com a Auto Bild, a Renault prepara- uma revolução no Dacia Sandero. Conforme adianta a revista alemã, o novo Sandero vai recorrer à plataforma modular CMF-B, com tudo o que isso traz de bom em termos de espaço, comportamento dinâmico, segurança e tecnologia.

 

Com a nova plataforma, são esperadas também novas dimensões. A Auto Bild avança que o novo Dacia Sandero será maior que o próprio Clio (com quem partilhará a plataforma) e aproximar-se-á das proporções exteriores do segmento onde habitam modelos como o Volkswagen Golf, a referência incontestada desta fatia de mercado.

Além de maior, o Dacia Sandero também poderá evoluir para um novo patamar em termos tecnológicos. Ao recorrer à plataforma CMF-B, a Renault poderá usar, pela primeira vez, os mais recentes dispositivos de segurança da marca, como a frenagem automática de emergência ou o cruise-control adaptativo.

Dacia Sandero
Segundo a Auto Bild, o objetivo do novo Dacia Sandero é conquistar as 5 estrelas nos testes de impacto do Euro NCAP.

Em termos de motores, os principais candidatos no mercado europeu são um novo 1.0 com potência de 75 cv a 90 cv, e o novíssimo 1.3 turbo, numa versão com 115 cv, desenvolvido em parceria com o grupo Daimler e que encontramos no novo Mercedes-Benz Classe A.

Apesar de todas estas novidades, não é de se esperar uma nova estratégia de preços e posicionamento diferentes das praticadas hoje, com a Dacia sendo a marca mais lucrativa do Grupo Renault-Nissan-Mitsubishi. O lançamento da 3ª geração do Dacia Sandero acontecerá no final de 2019 na Europa, e na sequência deverá chegar ao Brasil.

Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español