Mansão de Schumacher transformada em hospital

Compartilhe!

948x624

Um pequeno passo de cada vez, e Michael Schumacher prossegue com sua lenta recuperação do grave acidente sofrido em dezembro do ano passado, quando esquiava em Méribel, nos alpes franceses.

O ex-piloto de Fórmula 1 já se encontra já em sua bela mansão, em Gland, na Suíça, atendido por uma equipe de 15 pessoas, entre médicos, fisioterapeutas e enfermeiros. O objetivo é apenas um: manter o alemão estável e assistido durante o período de recuperação.

A equipa responsável pelo tratamento de Schumacher foi estruturada pelo hospital de Lausanne, onde o piloto esteve internado nos últimos meses. “Uma grande parte da equipe que cuida agora do Michael foi treinada pelos nossos especialistas. Estamos seguindo com seu tratamento e somos ainda um ponto de contato constante e inteiramente à sua disposição”, confirmou a porta-voz da clínica de Lausanne, Darcy Christen.

Não se conhecem detalhes sobre o estado de saúde de Schumacher, com a assessora da família, Sabine Kehm, explicando apenas que não sofreu alterações e garantindo que “há ainda um longo e difícil caminho pela frente”.

Mafred Spitzer, diretor médico de um hospital especialista em problemas cerebrais, defende que a mudança -do hospital para casa- vai beneficiar a recuperação, pois “qualquer estímulo emocional é muito importante para os pacientes que sofreram graves lesões cerebrais”.
948x625 948x626 948x627 948x628 948x629


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español