Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Médico acusa a FIA pela morte de Jules Bianchi

Compartilhe!

A FIA é responsável pela morte de Jules Bianchi”. Quem acusa é o ex-médico da Fórmula 1 Gary Harstein.

«A FIA é responsável pela morte de Jules Bianchi»

O ex-médico da Fórmula 1, Gary Harstein, acusou a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e a atual comissão médica de terem sido responsáveis pela morte do piloto Jules Bianchi. O francês sofreu um gravíssimo acidente no GP do Japão, em outubro do ano passado, e faleceu nove meses depois.O antigo médico chefe da Fórmula 1 classifica como desastroso o atendimento médico feito depois do acidente. Harstein considera que houve erro da organização ao permitir que os carros continuassem na pista durante o socorro ao piloto francês. E com razão, pois era clara a gravidade do acidente.

“Erraram em não parar a corrida durante os momentos em que socorreram Jules Bianchi. E o tempo gasto para levar o piloto ao hospital por helicóptero foi muito longo”, afirmou. As críticas são direcionadas ao francês Jean-Charles Piette, médico da FIA para a Fórmula 1.

“Isso demonstra a total falta de conhecimento ou experiência dele (Piette) no socorro em casos gaves e colocou em risco todos na prova”, garantiu.

Harstein lembrou as declarações de Felipe Nasr e Felipe Massa. Os brasileiros garantem que o acidente de Bianchi serviu para unir os pilotos e rever alguns conceitos de segurança na Fórmula 1. O antigo médico chefe da Fórmula 1 disparou: “Eles -Massa e Nasr- deveriam ter pedido a demissão do responsável médico da Fórmula 1”.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español