Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Menos uma: Mercedes fecha fábrica no Interior de São Paulo

Compartilhe!

O esperado fim da fábrica da Mercedes-Benz, em Iracemápolis, Interior de São Paulo, enfim chegou. A marca anunciou hoje (17/12) o encerramento da produção de automóveis naquela unidade. A empresa explicou que a decisão foi tomada por conta da crise econômica enfrentada pelo Brasil, agravada pela pandemia da Covid-19, e não impactará nas vendas dos demais produtos aqui no País. Estava instalada na cidade desde 2016.

Fábrica da Mercedes em Iracemápolis encerra as atividades - Crédito: Divulgação

Em 2018, a Mercedes-Benz inaugurou em Iracemápolis o mais avançado e tecnológico Campo de Provas para veículos comerciais do Brasil. A montadora investiu para isso cerca de R$ 90 milhões no local, de 1,3 milhão de m2, com estrutura especializada, e 16 pistas de asfalto, concreto e terra que somam 12 quilômetros, onde eram realizados diversos tipos de teste. A marca estuda o que fazer com a fábrica e demais instalações.

Segundo o comunicado oficial, a empresa está buscando alternativas para os 370 funcionários da unidade, o que pode incluir a possibilidade de um PDV (Programa de Demissão Voluntária), além de “outras possibilidades que serão avaliadas em um futuro próximo”.

A fábrica de Iracemápolis era responsável pela produção do sedã Classe C e do SUV GLA. O volume produzido, mesmo pequeno, será transferido para outras unidades da marca pelo mundo. A Mercedes-Benz garante que a decisão não afetará as unidades de produção de São Bernardo do Campo (SP), com caminhões e chassis de ônibus, e Juiz de Fora (MG) -onde era feito o Classe A e depois o Classe C- com cabines de caminhões, que seguirão normalmente em atividade.

“A situação econômica no Brasil tem sido difícil por muitos anos e se agravou devido à pandemia da Covid-19, causando uma queda significativa nas vendas de automóveis premium. Ao longo do nosso processo de transformação, continuamos a reestruturar a nossa rede de produção global”, disse Jörg Burzer, membro do conselho da Mercedes-Benz, Produção e Cadeia de Suprimentos.

“Nosso primeiro objetivo agora é encontrar uma solução sustentável para os colaboradores dessa unidade, que contribuíram de forma decisiva para o sucesso da Mercedes-Benz no Brasil com seu comprometimento e expertise nos últimos anos”, encerrou Jörg.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *