Mercedes cede, e chineses compram 50% da Smart

Compartilhe!

O Grupo Geely comprou, da Mercedes, 50% da Smart. Os chineses, que já controlam marcas como a Volvo e a Lotus, vão formar uma parceria de 50%/50% com os alemães, para avançar com o processo de transição das motorizações de combustão interna para a eletrificação.

 

O acordo entre as duas partes prevê que toda a produção da Smart passe a estar sediada na China a partir de 2022. A Mercedes fica com a responsabilidade do projeto dos novos modelos, e a Geely com a engenharia, mas não se sabe até que ponto os conceitos que foram apresentados pela Smart serão ou não a base de desenvolvimento para um futuro modelo da parceria sino-germânica.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español