Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Millechiodi, o Lamborghini Miura de “1000 parafusos”

Compartilhe!

Durante a última edição do tradicional salão de carros antigos Retromobile, em Paris, no estande da Kidston, conhecida empresa no setor de automóveis clássicos “muito-top-de-linha”, entre os vários Lamborghini Miura expostos, um chamava a atenção em especial. E por boas razões!

por Ricardo Caruso

por Ricardo Caruso


 
Era o Miura batizado de “Millechiodi”, que em português significa “Mil Pregos”. Este nome vem do fato que todos os painéis da carroceria estão fixados por rebites expostos, um pouco semelhante ao celebre Miura Jota, construído por Bob Wallace enquanto era piloto de testes da marca, e dos SVJ, mais tarde construídos pela própria Lamborghini.
 
O sobrenome Jota no Miura era referência ao apêndice “J” da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), que regulamentava a modificação de carros para competição. Para o Jota foi utilizado o modelo de chassi número 5.084. O carro era laranja, exemplar único, mas algumas réplicas dele foram feitas.

 

Lamborghini Miura Jota (1970) - pictures, information & specs
O Miura Jota, 1970.


A partir do Miura S, chassi nº4302, Walter Ronchi, um fabricante de calçado de Turim e ex-proprietário do Jota, encomendou a alguns antigos funcionários da Lamborghini, um substituto deste carro. Explicamos: o Jota tinha sofrido um grave acidente, tendo ficado irremediavelmente perdido.

Talvez para saciar a necessidade de emoções fortes, Ronchi decidiu levar as coisas um pouco mais além… pelo menos em termos de motorização e estética. Não que o Jota tivesse algum problema neste departamento, mas porque não levar o conceito a extremos? 

Assim o motor do “Millechiodi” foi equipado com comando de válvulas mais agressivos, escapamento livre e todos os componentes móveis do motor foram balanceados e alinhados. Como se não bastasse, os cilindros foram alargados, levando a cilindrada dos 3929 cm3 originais para saudáveis 4100 cm3.
 
Esteticamente, foram feitas algumas modificações aerodinâmicas, destacando-se o grande spoiler frontal, semelhante ao do Jota, e traseira completamente redesenhada.
 
Este Miura, que se encontra atualmente no Reino Unido, foi alvo de uma restauração total, para chegar ao impressionante estado em que se encontra hoje.
 


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *