Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

MINI SUV CHEVROLET DEVE SE CHAMAR TRACKER

Compartilhe!

 t1

Um SUV pequeno da Chevrolet no Brasil já entrou e saiu da pauta da GM algumas vezes. Mas voltou a ser comentado com bastante força no ano pasado, e agora está definido: o mini SUV da Chevrolet chega ainda este ano e provavelmente será batizado de Tracker.

Nem bem o Buick Encore foi apresentado no ano passado, e o seu correspondente da Opel, o Mokka também foi mostrado ao mundo, e logo depois veio o Chevrolet Trax. A versão européia do novo SUV compacto global da General Motors foi exibida ao público no Salão de Genebra de Genebra de 2012 e as vendas começaram no final do ano passado. 

t2

Como todos os atuais projetos globais da GM, Encore, Mokka e Trax têm basicamente o mesmo desenho. A diferença está na grade dianteira, nos faróis, nos frisos e nas rodas. De resto é tudo igual. Pára-choques e lanternas têm mesmo desenho, por exemplo, e as semelhanças continuam no interior. Nos Estados Unidos, o Buick Encore só é disponível com o motor 1.4 turbo e tração dianteira, mas na Europa o Mokka tem mais mais opções. Começa com motor 1.6 16V a gasolina de 115 cv, passa pelo 1.7 CDTI turbodiesel de 130 cv e finaliza no 1.4 turbo do Buick, de 140 cv de potência, todos com Start/Stop.

As transmissões também são diferentes. O Mokka tem câmbio manual ou automático de seis velocidades, e estará disponível com tração integral. Entre os equipamentos e recursos, GPS integrado ao painel, ar-condicionado de duas zonas, faróis bixenônio direcionais e aviso de mudança involuntária de faixa, entre outros. O Trax deberá ser também manual ou automático de seis marchas.

BOM ESPAÇO

Apesar de medir apenas 4,28 metros (a mesma plataforma do Corsa europeu e do Sonic), o novo Opel Mokka possui habitáculo espaçoso, que acomoda cinco pessoas. “O novo Mokka recorre aos pontos fortes dos SUV tradicionais de maiores dimensões e integra-os num formato compacto atual”, afirmou o CEO da Opel, Karl-Friedrich Stracke. “O novo modelo alarga a nossa oferta de produtos e dá seguimento à ofensiva que adotamos nos anos mais recentes. Vem também dar novo impulso ao segmento dos SUV compactos, que deve crescer consideravelmente nos próximos anos”.

O modelo da Opel vai trazer novas tecnologias ao segmento dos SUV compactos, por meio de uma série de sistemas de assistência baseados na câmera “Opel Eye”. O Mokka pode ser equipado com a mais recente geração do porta-bicicletas Flex-Fix, exclusivo da Opel. O nome do modelo é inspirado nos grãos de café da variedade “Coffea Arabica”, e o café “Mocha” é apreciados pelo sabor forte.

t3

A filosofia de desenho atual da Opel foi ajustada aos SUVs. O Mokka exibe linhas originais mas ostenta características comuns a outros modelos da marca, como a linha vincada nas laterais, em forma de lâmina. O apelo esportivo do modelo é também marcado pela maior altura em relação ao solo e pelas bitolas largas, de 1540 mm.

TRAÇAO 4X4

O SUV tem capacidade para transportar bagagens e outros volumes até 1372 litros, oferecendo, além disso, 19 espaços para acomodação de objetos. O Mokka oferece versões com tração nas quatro rodas ou na dianteira. O sistema de tração 4×4 proporciona níveis elevados de estabilidade, ao mesmo tempo que permite transitar por estradas mais difíceis. O sistema transfere automaticamente torque para as rodas traseiras quando é necessário obter maior capacidade de tração.

Os sistemas de Controle Eletrónico de Estabilidade (ESC), Controle de Tração (TC), Assistência ao Arranque em Subidas (HAS) e Controle de Estabilidade em Descidas (HDC) fazem parte da lista dos equipamentos de série de todas as versões. O Mokka se destaca ainda pelas tecnologias inéditas no segmento, como o sistema de faróis direcionais adaptativos AFL+, na terceira geração, que inclui a comutação automática entre fachos baixo e alto. Também está disponível a mais recente geração da câmera “Opel Eye”, que inclui funções como o Aviso de Troca de Faixa (LDW) e o reconhecimento de sinais de trânsito. Nenhum outro modelo neste segmento tem esse tipo de tecnologia.

NO BRASIL ?

Por enquanto a mini SUV Chevrolet nacional é segredo dos mais bem guardados, mas já é tratada por técnicos da montadora como mini-Captiva. Tudo começou com o conceito Prisma Y em 2006 e deve se definir mesmo nesse modelo.

A troca do nome Trax, como é chamada no México -onde é produzido- para Tracker deverá acontecer por ser um nome familiar por aquí,  homônimo do Suzuki Gran Vitara argentino vendido no Brasil até 2009 com a marca Chevrolet. Por aqui o Tracker terá como missão enfrentar Ford EcoSport, Renault Duster e outros carros do tipo que devem desembarcar em breve no mercado.

O Trax é feito na plataforma do Sonic, e segue a cartilha atual do desenho da Chevrolet, com a grade frontal bipartida. Por dentro, painel moderno, com o do EcoSport e vários espaços para acomodar objetos. Tudo muito parecido com o que já vimos nos Onix, Cobalt e Sonic, incluidno o sistema MyLink de conectividade.

t4

O acabamento é bom e os plásticos bem aplicados. Aa versão top, a LTZ, tem bom “pacote” de equipamentos, incluindo ar-condicionado, CD Player com entradas auxiliar e USB, teto solar, seis airbags, volante com ajuste de altura e profundidade e instrumentos digitais/analógicos. No banco traseiro, bom espaço para duas pessoas.

Todas as versões terão air-bag duplo e freios com ABS, mas freios a disco só na dianteiras. O LTZ terá controle de estabilidade (ESP) e distribuidor de frenagem (EBD), enquanto as rodas são aro 16 de aço no LT e de  alumínio aro 18 no LTZ.

Agora é esperar para ver. O Ford EcoSport se tornou referência e não terá mais vida fácil no mercado. Se prepare para uma enxurrada de mini SUVs e crossovers pequenos nos próximos anos.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español