Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Muscle car das galáxias: Viper + Challenger + Hellcat…

Compartilhe!

Com estreia marcada para o próximo SEMA, o “Highway Star” é o melhor de todos os mundos da Chrysler, resultado da mistura da base de um Dodge Viper, da carroceria de um Challenger 1970 e do motor do Hellcat. Precisa mais?

Ao que tudo indica, e ao contrário de outros eventos automotivos, o famoso SEMA, que acontece todos os anos em Las Vegas, nos Estados Unidos, deverá acontecer em novembro, mas não está confirmado.  E já existe um carro que se candidata a roubar todas as atenções: o Highway Star.

Highway Star for 2020 SEMA - 5046502

Desenvolvido em conjunto pela HEMI Autoworks e a Ellsworth Racing, o Highway Star deve o seu nome a uma música da banda Deep Purple, lançada em 1972, e é quase um Frankenstein sobre rodas.

Highway Star

O chassi é herdado de um Dodge Viper que foi totalmente consumido pelo fogo, enquanto a carroceria foi herdada de um Dodge Challenger 1970, cuja restauração estava deixando muito a desejar.

Tendo em conta o matéria-prima que serviu de base para esta criação, o Highway Star é um teste às capacidades de juntar pedaços dos seus criadores.

Para acomodar a carroceria do clássico Challenger, o chassi do Viper foi alongado em 33 cm. Já a carroceria viu as bordas dos para-lamas crescerem cerca de 4 cm.

Este musculado "híbrido" tem um pouco de Viper, de Challenger e de ...

Quanto ao capô, esse foi retirado de um Charger R/T e teve de ser adaptado para acomodar o motor do Hellcat, um monstruoso 6.2V8 Supercharged, que envia os seus 717 cv de potência e 890 mkgf de torque para as rodas traseiras por meio de uma caixa manual de seis velocidades.

Ainda em fase de construção, o Highway Star vai contar com pneus 295/30-18 na frente e 335/30-18 atrás. Já no interior, vai receber, entre outros, “santoantonio” e cintos de segurança de seis pontos.

Agora é esperar para saber se o SEMA vai ou não ser cancelado por conta do coronavírus para podermos conhecer este projeto ao vivo.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *