Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Não deixe um alce lamber seu carro. Se você mora no Canadá…

Compartilhe!

Um sinal luminoso em Alberta, no Canadá, pede aos motoristas para não deixarem os alces (moose, em inglês) lamberem os seus carros. É isso mesmo que você leu: “Não deixe os alces lamberem seu carro”! Mas há uma boa explicação.

Alces lamberem carros

O alce é o maior animal da família dos cervos, e são encontrados somente em regiões frias. Vivem em florestas no inverno e perto de lagos e pântanos no verão, sendo avistados na beira das estradas. Por causa disso, podem apresentar perigo ao aparecerem de repente em frente aos carros.

Canadians Are Urged Not to Let Moose Lick Their Cars - autoevolution
Don't be concerned about a car-licking moose in Canada

Há muito tempo o alce é o animal mais temido pela indústria automotiva, por conta do teste que leva seu nome e que, invariavelmente, faz os carros capotarem. Agora o simpático alce está no centro das atenções em Alberta, no Canadá, onde são constantes os sinais e placas nos quais as autoridades pedem aos motoristas para não deixarem os alces lamberem os carros.

A explicação é que, o que parece, os alces gostam do sabor do sal usado para derreter a neve e o gelo das ruas e estradas, e descobriram que as carrocerias dos carros são fonte quase inesgotável dessa iguaria.

A sinalização pedindo aos motoristas para não deixarem os alces lamberem os carros surgiu na região de Jasper, em Alberta, e tem causado alguma estranheza e provocado piadas nas redes sociais. Segundo o porta-voz do Jasper National Park, Steve Young, esta situação começou de maneira ocasional há uns anos, mas tem se tornado comum.

O objetivo deste pedido é evitar o contacto excessivamente próximo entre alces e humanos, prejiudicial ao bicho, e evitar também que os animais acabem circulando demasiado perto das ruas e estradas, locais onde podem causar acidentes. Também há o rsico da língia do alce “colar” na suferfície gelada do carro.

Com população crescente, os alces têm convivido demasiadamente perto dos humanos naquela região, sendo muitas as pessoas que decidem alimentar os animais. Isso apesar de que no Canadá é proibido alimentar e perturbar a vida selvagem nos parques nacionais, estando previstas multas de até US$ 20 mil.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *