SlideTecnologia

Nissan patenteia tecnologia de pneus sem ar

Compartilhe!

Recentemente a Nissan, marca macambuzia e melancólica no Brasil mas bastante forte em outros mercados, registrou a patente de um novo pneu airless (sem ar) que está longe de ser um conceito novo. Jornalistas (sempre eles) descobriu a patente, registrada na Organização Mundial da Propriedade Intelectual. A Goodyear foi a primeira a exibir essa tecnologia de pneus sem ar em 2022 e, um ano depois, a Michelin apresentou o Uptis.

O pneu sem ar da marca japonesa usa o mesmo conceito da Goodyear e Michelin. Como o pneu não está totalmente fechado devido à falta de paredes laterais, o pneu sem ar precisa ter estrutura composta por vários raios dispostos de forma a absorver suficientemente as ondulações e irregularidades do piso e proporcionar aderência correta.

Segundo a Nissan, o principal problema são as forças que atuam nos raios mais próximos do solo. Uma solução óbvia seria tornar a parte externa do pneu sem ar mais resistente, mas a Nissan afirma que isso levaria a uma área de contato reduzida, incapacidade de absorver imperfeições e dificuldade em lidar com a força lateral ao dirigir.

A solução da Nissan é uma usar vários raios elásticos radialmente do lado externo de um pneu em direção ao lado interno da banda de rodagem. Em resumo, o pneu terá cargas de raios elásticos entre a roda e a banda de rodagem. Para registrar, a Ford já começou a desenvolver rodas para pneus airless.

Dessa forma, as cargas que atuam nos pneus são transferidas para os raios, o que significa que a banda de rodagem externa recebe menos pancadas. De acordo com a Nissan, esses pneus podem ser aplicados em veículos de quatro rodas, de duas rodas, industriais, bicicletas e uma série de outros equipamentos que precisam de pneus.

O curioso é oor que tantos fabricantes estão interessados em pneus sem ar quando a solução existente que temos no momento é perfeita? É mais provável que isso se deva às novas legislações de emissões Euro 7, que têm novas restrições severas para freios e pneus.

Chefões da indústria automotiva atacaram essas novas regulamentações e acabaram vencendo a batalha. Ainda assim, não foram feitas alterações nas restrições que visam regular as emissões de partículas de freios e pneus. Não temos certeza se um pneu sem ar seria mais ecológico, mas há algumas vantagens em termos legais.

Os pneus airless não furam e não são tão facilmente danificados. Supomos que menos danos significam menos pneus que precisam ser substituídos, então é mais camarada com o meio ambiente quando você olha para ele desse ângulo.

Michelin

Michelin

Goodyear


Compartilhe!
1717086979