Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Nova Classe X é a primeira pick-up Mercedes-Benz. Só que não…

Compartilhe!

A Mercedes-Benz vai lançar em 2017 sua primeira pick-up, a Classe X, certo? Errado. Desde o final da II Guerra Mundial a Mercedes-Benz tem flertado com o segmento das pick-ups. Quando foi apresentada recentemente, a Mercedes-Benz Classe X foi descrita como a primeira pick-up da marca alemã. Não é bem verdade, pois desde os anos 1940 a marca alemã produziu uma outra série de pick-ups.

170-v-mercedes

Tudo começou em 1946. Em pleno período pós-guerra e no momento em que a Alemanha enfrentava profunda crise, a Mercedes-Benz voltou a produzir o 170V (W136), modelo fabricado entre 1936 e 1942 e que chegou a ter uma cobiçada versão cabriolet. Diante da situação em que se encontrava a Alemanha, mais do que modelos de luxo aquele país precisava de veículos de carga, ambulâncias, carros de polícia etc. Por isso, a Mercedes-Benz lançou uma versão pick-up da 170 V (acima), equipada com um motor 1.7 de quatro cilindros e pouco mais de 30 cv de potência.

O modelo continuou a ser produzido até 1955, mas dois anos antes, a Mercedes-Benz apresentou o Ponton (W120), sedã que se tornou pick-up por mero acaso. Devido a problemas com a exportação e regras alfandegárias de outros países, muitas unidades chegavam ao destino com a carroceria incompleta, como se pode ver abaixo, e por isso grande parte delas eram transformadas em utilitários.

ponton-w120

Com a nova geração de veículos W114 e W115 veio também outra pick-up da marca. Durante os anos 1960/1970, a Mercedes-Benz entregava os vários componentes de seus carros para que a montagem fosse feita na Argentina. Acontece que um executivo da marca achou que era possível pegar estes componentes e fazer com eles uma pick-up, que chegou a ser vendida no mercado vizinho com o nome pouco original de “ La Pickups“. Era uma forma de driblra a legislação argentina, que por um período de tempo só permitia a importação de utilitários.

mercedes-benz-2

Em 1979 chegou a primeira geração do Mercedes-Benz Classe G. Bastante versátil e facilmente personalizável, o “G-Wagen” serviu tanto de veículo militar como de Papamóvel. E foi também a interpretação moderna de uma pick-up premium da marca.

mercedes-benz-classe-g

Com o lançamento da nova Classe X, previsto para o final do próximo ano, a Mercedes-Benz inaugura um novo capítulo na sua história, mas tal como os modelos anteriores, o objetivo continua a ser o mesmo: tentar misturar uma carroceria utilitária e funcional com componentes premium. Difícil convencer os clientes da marca que não estão comprando uma versão de luxo do Nissan Frontier/Renault Alaskan, que é a base da Classe X.

mb-x-xlass-4

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español