Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

NOVO CITROËN C3 CHEGA A PARTIR DE R$ 39.900

Compartilhe!

A Citroën lançou na manhã de hoje (07/08) a nova geração do C3. O modelo chega ao Brasil três anos depois de ter sido mostrado na Europa, mas traz reestilização feita pela área desenho da marca, instalada em Porto Real (RJ), onde ele é produzido. As versões ganharam outras identificações, alinhadas com o padrão que a marca francesa adota na Europa.

O modelo básico é o Origine, que custa R$ 39.990 e vem equipado com direção elétrica, ar condicionado manual, airbag duplo, freios com ABS, computador de bordo, travas e vidros elétricos.  Depois vem o C3 Tendance, intermediário, que acrescenta faróis de neblina, pára-brisa Zenith, sistema de som Pioneer e roda de liga leve aro 15. Custa R$ 43.990.

O Exlusive sai por R$ 49.990, e tem a mais faróis de acendimento automático, ar condicionado automático, bancos dianteiros com apoio de braço, limitador e regulador de velocidade, volante revestido de couro com detalhes em metal, ponteira de escapamento cromadas e rodas aro 16 polegadas.

O C3 brasileiro recebeu algumas poucas modificações comparação com o francés, como a grade cromada, abertura no pára-choque e faróis auxiliares por leds. O destaque da nova geração é o para-brisa panorâmico, que se estende pelo teto; para obstruir a passagem de luz, é possível usar uma proteção, semelhante à utilizada nos teto solares. O pára-brisa Zenith muda de 90 cm para até 1,35 m de comprimento e está disponível nas versões Tendance e Exclusive

 

Com estilo mais robusto, o novo C3 quer agora atingir também o público masculino; o carro fez enorme sucesso entre as mulheres até agora, e 70% de seus compradores são do sexo feminino. Para ficar mais encorpado, ele cresceu 9,4 cm no comprimento, ou seja, tem agora 3,85 m de comprimento e 1,70 m de largura (mais 4,1 cm que o velho C3).

São duas opções de motor. O novo 1.5i Flex, que substitui o 1.4,  com 93 cv a 5.500 rpm de potencia máxima e 14,2 mkgf de torque máximo a 3.000 rpm, com etanol. O outro motor é o 1.6 16V, equipado com o sistema Bosch Flex Start,  que dispensa o reservatorio de gasolina para partida a frios. O motor 1.6 16V é uma evolução do anterior: há nova bomba de óleo, coletor de admissão de plástico e conjunto de pistões e anéis de baixo atrito. . Agora, ele tem 122 cv de potência e 16,4 mkgf de torque a 4.000 rpm. O câmbio é manual de cinco velocidades ou automático de quatro, agora com “borboletas” junto ao volante.

O nível de acabamento também evoluiu. O painel é diferente do modelo europeu e tem saídas de ar redondas. O porta-luvas cresceu e ganhou refrigeração, enquanto o porta-malas tem 300 litros de capacidade.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español