Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

NOVO MAZDA MIATA PODERÁ SER DIESEL

Compartilhe!

i

Os futuros Alfa Romeo Spider e o Mazda MX-5 (o outro nome do Miata, que já foi vendido no Brasil anos atrás) irão partilhar a mesma plataforma, mas serão carros diferentes até nas motorizações, e a empresa japonesa está terminando os estudos para utilizar motor diesel no pequeno roadster. Os conjuntos SkyActiv da Mazda não ficarão limitados aos carros atuais, por isso é fácil prever a chegada de um motor 1.6 com versões aspirada e turbo, a gasolina e a diesel. O bloco a gasolina deverá ter potência em torno de 135 cv.

No lado da Alfa Romeo, o Spider utilizará o motor 1.4 TB, sendo que será possível utilizar os mais potentes MultiAir e o 1750 TBi, o mesmo usado no 4C. A potência oscila entre 122 e 300 cv nas versões mais potentes.

Quanto à Mazda, o MX-5 será um carro com motor aspirado, mas para permitir desempenho mais elevado,  a marca japonesa terá de usar turbo ou um motor maior, que não é exatamente o que o mercado europeu deseja. Por tudo isso é que está sendo considerada a possibilidade de usar um motor turbodiesel, mesmo que isso possa atrapalhar a idéia de ter um carro leve. A questão é: “Será que o mercado europeu quer um pequeno roadster diesel”? Certo, por enquanto, é que o MX-5 terá caixa manual de seis velocidades, com a opção de transmissão automática com comandos no volante.

Para o projeto do novo MX-5, a Mazda tem alguns alvos prioritários e ambiciosos: o mesmo tamanho do MX-5 original e peso de apenas 800 kg.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español