Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

O dia em que McFly veio do passado

Compartilhe!

Você sabe que dia é hoje? Estamos em 21 de outubro de 2015, o dia em que Marty McFly (Michael J. Fox) e Doc Brown (Christopher Lloyd) chegam no presente vindos do passado. Pode parecer estranho, mas não se assuste. Este era o enredo do clássico filme “De Volta para o Futuro”, talvez o mais marcante da década de 1980 e que previa para o ano de 2015 tecnologias inovadoras, como skates voadores (os “hoverboards”) ou ténis capazes de se atarem sozinhos.

back-to-the-future-560

A máquina do tempo era igualmente impressionante, um DeLorean DMC-12, cujo estilo era realmente avançado para a época em questão. Aliás, apesar do seu histórico envolvido em polémica e problemas financeiros da companhia, o DeLorean resistiu muito bem à passagem do tempo, contando com visual agressivo até hoje, 21/10/2015. Da mente criativa de Emmett Brown surgiu também a ideia para um combustível original, o plutônio para gerar os 1,21 Gigawatts necessários para a viagem no tempo.

Hoje, porém, infelizmente muitas das previsões ficaram aquém das imaginadas pelo filme, como o skate voador (embora a Lexus tenha trabalhado nesse sentido) ou as pizzas instantâneas. Mas outras inovações superam a própria imaginação do filme realizado por Robert Zemeckis, como a disseminação da Internet, smartphones e, claro, veículos elétricos. Alguns deles até movidos a energias futuristas.

Mais tarde, nas duas sequências do filmes, Doc Brown inventa o Mr. Fusion, uma forma de converter lixo doméstico em combustível para a sua máquina do tempo. No presente, a indústria automotiva “furtou” a ideia do Mr. Fusion para a produção de hidrogénio, combustível que hoje começa a ganhar notoriedade, com marcas como a Toyota (com o Mirai), ou a Honda (com o FCV), apostando nisso.

BTTFIIdate

É da própria Toyota, aliás, o vídeo mais curioso deste dia 21 de outubro de 2015, lançado com as estrelas do filme original –Michael J. Fox e Christopher Lloyd– aliadas ao responsável pelo projeto do Mirai para explicarem o processo de conversão de lixo em combustível.

Mas muitas outras marcas embarcaram igualmente no espírito do “De Volta para o Futuro”, como a Citroën, Ford, Porsche e até a polícia inglesa. Nada no Brasil, claro, afinal criatividade está em falta na publicidade brasileira há tempos.  Talvez estejam não só reverenciando a trilogia, mas também agradecendo algumas dicas concedidas pelo presente imaginado no passado.

Por sua vez, McFly  deve estar decepcionado ao chegar ao seu futuro -o nosso presente- e encontrar o mundo da forma que está. Estado islâmico, corrupção, guerras, mortes, violência… Com certeza ele vai voltar rapidinho para o passado.

Assista o vídeo da Toyota:


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español