Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

O RENAULT QUE AFUNDOU COM O TITANIC

Compartilhe!

Renault AX Limousine, igual ao que está no fundo do mar.

Fez um século que o Titanic afundou, no dia 15 de abril. Desde então, o barco mais famoso de todos os tempos permanece no fundo do mar, a quase quatro quilômetros da superfície, rodeado de muito mistério.

Graças à paixão do cineasta James Cameron, que há 15 anos dirigiu e produziu um dos filmes de maior sucesso da história, muitos dados do mítico naufrágio puderam ser conhecidos do grande público. Cameron foi tão meticuloso ao investigar e reproduzir as informações em seu filme, que o
trabalho beirou a obsessão. O cineasta foi tão detalhista que colocou no filme um raro Renault, o único automóvel que se tem certeza de que estava a bordo

Se você assistiu “Titanic” com atenção, vai lembrar da cena em que aparece este carro, onde Rose e Jack (interpretados por Kate Winslet e Leonardo DiCaprio) namoram escondidos no porão do navio. Pois este carro era um Renault AX Limousine 1911. Foi fabricado entre 1905 e 1914, e usava um pequeno motor de dois cilindros e 35 cv. Com câmbio de três marchas, podia chegar aos 56 km/h. O interior, freqüentado pelo casal, era luxuoso para a época, com bancos de couro e muitos detalhes em bronze e madeira. Custava US$ 437.

Pode até ser que existiam outros carros que foram embarcados no Titanic. Seu dono era Willian Carter, que sobreviveu e o declarou à seguradora como perdido no acidente. De fato, o Renault foi o único automóvel de que se teve notícia depois que o Titanic se chocou com o iceberg na madrugada de 15 de abril de 1912, provocando a morte de mais de 1.500 pessoas..

Pelos dados históricos, existia um livro de registro de toda a carga que foi embarcada no navio, mas esse material se perdeu no naufrágio e não tinha cópia. Afinal, não era preciso ser precavido, pois nada iria afundar o Titanic… Quem sabe Cameron prossiga com suas investigações, e algum dia saberemos se outros carros centenários estão descansando no fundo gelado do mar.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *