Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Oito conceitos VW que o mundo esqueceu

Compartilhe!

Depois que ter alguns momentos de glória, em geral nos Salões de Automóvel espalhados pelo mundo, na maioria dos casos os carros-conceito são freqüentemente esquecidos e até mesmo abandonados ou desmontados. Mas a Volkswagen recentemente deu uma revisada no seu passado, e olhou com atenção oito de seus conceitos dos últimos 30 anos, incluindo alguns bastante incomuns e interessantes, mas que o mundo esqueceu.

por Ricardo Caruso

Um dos primeiros conceitos na retrospectiva da VW também é um dos mais estranhos. Lançado em 1986, o Italdesign Machimoto era parte moto, parte conversível e parte carro familiar, de acordo com a VW. Construído sobre uma plataforma de Golf GTI 16V, não tinha teto ou portas, mas apresentava um volante que poderia se converter em guidão.

1986 ItalDesign Machimoto - Studios
VW Italdesign Machimoto

Ostentando um motor de GTI produzindo cerca de 139 cv, o Machimoto era funcional, e os passageiros foram aconselhados a usar capacetes.Conceito de scooter Volkswagen

VW Scooter

Também apresentado em 1986, o Scooter era um veículo de três rodas, com portas gullwing (tipo “asa-de-gaivota”). Pesando pouco menos de 700 kg, era movido por um motor de 40 cv, que acionava as rodas dianteiras por meio de uma transmissão manual de quatro marchas.

A VW parece ter uma queda por portas “gullwing”. O conceito da minivan Futura 1989 também tinha esse recurso, assim como o EcoRacer 2005, um carro esportivo a diesel com carroceria de fibra de carbono e teto removível, que permitiu que o carro fosse convertido de cupê em conversível. Este modelo pré-Dieselgate tinha 136 cv, permitindo acelerar de zero a 100 km/h em 6,3 segundos e atingir a velocidade máxima de 228 km/h, de acordo com a VW.

VW Futura
VW EcoRacer

Para um desempenho mais sedutor, não procure além do que o W-12 Nardo. Este foi um supercarro VW apresentado pela primeira vez em 1997, com motor W12 de 600 cv, tração nas quatro rodas e aceleração de zero a 100 km/h em 3,5 segundos. A VW continuou desenvolvendo o Nardo até o início dos anos 2000, mas ele nunca foi planejado para entrar em produção. Ao invés disso, foi usado para desenvolver o motor W12 que faria parte da linha da Bentley, bem como alguns modelos Audi e VW de última geração.

Volkswagen W12 Nardo | Zdjęcie #1

Conceito Volkswagen W-12 Nardo

Conceito Volkswagen W-12 Nardo

O XL Sport 2014 oferece a visão um pouco diferente do desempenho. Baseado no ultra-eficiente Volkswagen XL1 , ele tinha um motor Ducati de 2 cilindros, que produzia 197 cv. Isso empurrou o XL Sport de 890 kg de zero a 100 km/h em 5,7 segundos, e velocidade máxima de 270 km/h.

VW XL Sport

No extremo oposto do espectro está o Magellan 2002 concept, um SUV de três filas de bancos, que a VW chama de assentos “2 + 2 + 2”. Na época, tal veículo parecia uma boa opção para a VW, mas o Magellan acabou antecipando alguma coisa dos Touareg e Atlas.

VW Magellan

Por falar no Atlas, o último conceito que apresentamos é a picape Atlas Tanoak, que foi exibida no Salão de Nova Iorque de 2018. O Tanoak era essencialmente um Atlas com caçamba. A VW nunca disse nada sobre a possibilidade de uma versão de produção do modelo.

VW Atlas Tanoak

Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español