Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

OPEL APRESENTA SEU REVOLUCIONÁRIO ADAM

Compartilhe!

Este é mais um carro para briggar no segmento onde herança, tradição e moda têm sido a base para o sucesso. Foi assim com o New Beetle, PT Cruiser, Mini, Fiat 500 e tantos outros. Para a Opel este é terreno é inexplorado, mas essencial para permitir que a marca mude sua imagem. Com o Adam, a Opel planeja atingir os consumidores ligados às novas tendências e que gostem de ter um automóvel que retrate seu estilo pessoal, graças a um grande programa de personalização, onde por mais de um milhão de combinações de revestimentos e cores, permite fazer um Adam praticamente único.

Para a Opel, este carro é decisivo para seu futuro e equilíbrio das finanças, corroída pela crise européia. A marca alemã aposta no estilo ousado no exterior e no interior, na personalização e na irreverência, afastando a mesmice que está caracterizando a marca alemã e quase todas as outras. Os últimos produtos da Opel –como o Astra GTC OPC– começaram essa revolução, onde a tarefa do Adam passa a ser vital.

Desenhado sobre a orientação do agora ex-diretor de estilo da Opel, Mark Adams, o Adam foi um carro complicado de definir, pois não teve inspitação em nenhum desenho clásico, como aconteceu com o 500 ou o Mini. Por essa razão, a equipe de Mark Adams (que vai deixar a Opel a partir de 1º. de agosto, transferido para a Cadillac e Buick) decidiu seguir a linha da ousadia, mas tendo como orientação os detalhes de estilo já reconhecidos nos Opel.

Assim, a forte linha que envolve as maçanetas das portas tem clara inspiração no Astra GTC; a barra cromada na grade dianteira vem do Astra e a famosa lâmina lateral é igual à de todos os Opel mais recentes desde o Insignia. Na frente, o Adam exibe um capô muito trabalhado e um par de grandes faróis de neblina instalados debaixo dos faróis, proporcionando um visual característico e distinto ao Adam.

A baixa linha de cintura e as colunas estreitas vão conferir a interior luminosidade e sensação de liberdade maior que nos habituais carros urbanos, com os vidros traseiros convexos e acompanhando a forma da tampa traseira. Outro “truque” interessante –já experimentado pela Citroën no DS3– é o teto “flutuante”, efeito obtido com a pintura das colunas com cores diferentes das do carro.

Pelas fotos, dá para perceber que o Adam é agressivo, esportivo e musculoso, sendo um carro largo para o segmento, com 1720 mm. O comprimento é de 3,7 metros, o que o coloca mais próximo do Mini que do Fiat 500, embora pelas fotos não pareça ser tão grande. Aliás, analisando apenas para as dimensões, o Adam parece apontar suas armas para o Mini, pois é 23 mm mais curto e 17 mm mais largo. Comparando com o Fiat 500, é 154 mm mais comprido, 93 mm mais largo e com uma distância entre-eixos de 2311 mm, ou 11 mm a mais que o 500, mas 336 mm menos que o Mini.

A plataforma do Adam é a mesma do Corsa, embora modificada para ser menor, e bem trabalhada para lidar com a menor distância entre- eixos do Adam e as suas amplas bitolas (1485 mm à frente e 1478 mm atrás). Mantém, por isso, as suspensões McPherson na frente e eixo de torção atrás, sendo que a Opel conseguiu que no Adam possam ser aplicadas rodas de até 18 polegadas; os modelos base começam com rodas de 16 polegadas.

No lançamento, o Adam terá três motores, todos a gasolina. A oferta começa com o 1.2 de 70 cv, seguido do 1.4 de 87 cv e o 1.4 de 100 cv, todos com câmbio manual de cinco velocidades. Todos estes motores são da linha EcoFLEX, ou seja, bons de consumo e emissões, estado equipados de série com sistema Start/Stop. Mais tarde a Opel terá um motor a gasolina de nova geração com três cilindros e 1.0 litro (da linha SGE, “Small Gasoline Engines”, de onde sairá também o novo bloco de quatro cilindros para outros carros da Opel), sobrealimentado e com injeção direta, que também trará uma nova transmissão de seis velocidades. Fica claro que o Adam não terá motores diesel, mas já está preparando uma versão elétrica.

Os três níveis de equipamento, como já informamos antes, são Jam, Glam e Slam, sendo que o primeiro é descrito como “fashionable and colourful” (na moda e colorido), o segundo é “elegante e sofisticado” e o terceiro “racy and sporty” (raçudo e desportivo). Para o Adam, a Opel trouxe novos equipamentos, como o Advanced Park Assist, que identifica espaços de estacionamento e ajuda o motorista a estacionar o carro. De série serão disponíveis ESP com controle de partida em declive, e o modo City, que alivia o peso da direção em manobras.

Mas a grande novidade do Adam é mesmo a personalização, com Mark Adams explicando que “com as combinações criadas, estamos diante da escolha virtualmente ilimitada de cores exteriores e interiores, revestimentos e combinações de escolhas. Com este programa de personalização, será difícil encontrar dois Adam iguais”!

Além disso, o Adam possui sistema multimidia avançado e atualizável. Ainda não tem um nome definido, mas promete ser revolucionário. A base é uma tela de sete polegadas localizado no console central. As versões de entrada não possuem nem sistema de navegação, nem leitores de MP3 ou USB. O segredo do multimidia está na conectividade “plug&play”, onde basta ligar ao sistema o seu smartphone, passando a controlá-lo por meio da eletrônica do carro, podendo fazer tudo o que faz no seu celular, controlando pela tela. Ou seja, o sistema está sempre em dia com as mais recentes atualizações, pois é o seu celular que confere os meios para funcionar como sistema de som ou de navegação, nunca ficando com um sistema desatualizado.

As versões básicas terão uma tela menor, mas que terá onectividades apenas para funcionar como leitor de MP3. As possibilidades de personalização do Adam serão imensas e incluem até luzes por leds no teto, simulando estrelas no céu, e equipamentos opcionais que só estão disponíveis em segmentos superiores, como o aquecimento do volante, uma novidade no segmento. O Adam terá capacidade para quatro pessoas, o banco traseiro rebate na proporção 60/40 e a Opel promete porta-malas espaçoso, embora não tenha divulgado maiores dados.

O Opel Adam fará a sua estréia mundial no Salão Automóvel de Paris, em setembro, e estará à venda na Europa a partir de outubro.:


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español