Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

OS CARRÕES DOS DITADORES

Compartilhe!

Para ser ditador não basta ser apenas um tirano. Todo ditador que se preza precisa ter pelo menos um bom automóvel. É uma regra não escrita, mas que este tipo de gente cumpre à risca. A bordo de uma frota de carros caros e exclusivos, os grandes líderes do autoritarismo mundial exibem suas figuras patéticas diante de pessoas assustadas, sem a menor vergonha.

AUTO&TÉCNICA vai “dar uma passeadinha” pelas garagens de alguns dos opressores contemporâneos mais importantes do planeta. O triste é que pelo menos bom gosto eles teê e exibem. Confira.

 

Teodoro Obiang e seus esportivos

O dirigente da Guiné Equatorial, amigo íntimo de sucessivos governos europeus, é grande fã de automóveis. Quem sabe bem disso são as autoridades francesas, que encontraram e confiscaram uma grande coleção de carros caros de propriedade de Obiang. Entre eles, duas Bugatti Veyron, uma Ferrari Enzo, uma Ferrari 599 GTO, uma Maserati MC12, um Aston Martin V8, um Porsche Carrera GT e um Rolls-Royce Phanton conversível. Invejável.

 

O sonho motorizado de Gaddafi

Um ditador recentemente afastado e morto foi o líder líbio Muammar Gaddafi. Nos momentos de glória, ele desenhou um veículo à sua imagem (brega e exagerado) que pretendia comercializar entre seus amigos ditadores ricos. Batizado de “Rocket” (Foguete), o custo médio de fabricação de cada unidade seria de quase US$ 3 milhões. O Rocket tinha 5,5 metros de comprimento e 1,8m de largura, equipado com motor 3.0V6. Acelerava de zero a 100 km/h em 7 segundos.  O sonho do líbio ficou inacabado, e só foi fabricado um protótipo.

 

Coreano prefere Audi

O mais novo ditador a entrar em cena é o jovem líder da Coréia do Norte, Kim Jon Un, que tem gosto muito diferente de seus antecessores no cargo. Seu pai e seu avô, também ditadores do país no passado, optaram por impressionar a população a bordo de Mercedes-Benz, mas o mais novo representante da linhagem prefere contemplar seu povo no comando de outros carros alemães, Audi S8 e R8. Segundo os analistas, com esta renovação da frota, Kin Jong Un pretende imprimir uma aura de modernidade ao seu desgastado regime.

 

Sadam Hussein no Ebay

O presidente mais malvado do Iraque, Sadam Hussein, era um verdadeiro viciado em quatro rodas. Depois da invasão do país pelos Estados Unidos, os militares descobriram 11 garagens enormes, onde o ditador guardava cerca de 1.500 de seus carros. Entre os veículos que Sadam desfrutava, vários modelos de Mercedes-Benz, Ferrari, Porsche, Audi e até um Rolls-Royce que, depois de passar por vários atravessadores, foi vendido no eBay.

 

A Mercedes-Benz 770 K de Hitler

O ditador mais famoso da nossa lista é Adolf Hitler. O líder da Alemanha nazista, exterminador de judeus, ciganos, homossexuais e todo ser que não fosse loiro de olhos azuis, o causador da II Guerra tinha bom gosto para artes, poesia, arquitetura e carros. Desfilava sua cara de poucos amigos a bordo de um Mercedes 770K, série limitada, que só teve 205 unidades fabricadas. Este modelo conversível era azul escuro, utilizado nas revistas ao exército do III Reich. Convém lembrar que Hitler foi um dos pais do Fusca.

 

Fiat 2800 Torpedo de Mussolini

Outro grande líder do fascismo europeu foi Benito Mussolini, que utilizava para seus deslocamentos um imponente Fiat 2800 Torpedo fabricado pela marca italiana nos anos 1930. Antes o carro havia sido usado pelo rei Vittorio Emanuele e posteriormente por vários presidentes da república italiana. O Fiat 2800 teve 600 unidades produzidas e também foi um dos carros usados por Hitler e outros chefes de estado. Chegava aos 130 km/h graças ao seu motor de seis cilindros, 2.852 cm3 e 85 cv.

Os Cadillac de Rafael Trujillo

 O ditador dominicano Rafael Leonidas Trujillo tinha uma grande frota de carros de luxo, entre eles vários Cadillac. Hoje, boa parte desses carros estão expostos num hotel daquele país.

 

Os Rolls Royce de Franco

Outro ditadorzinho apaixonado por carros foi o espanhol Francisco Franco. O homem que massacrou a Espanha por 40 anos desfilava suas maldades a bordo de três unidades do Rolls-Royce Phantom IV, que ocuparam o lugar da Mercedes 770 que fora presente de Hitler.

E no Brasil?

Aqui no Brasil, os últimos ditadores foram Castelo Branco, Costa e Silva, Medici, Geisel e Figueiredo, que usavam não só o velho Rolls-Royce da presidência da República, mas também os Itamaraty Executive (limusines) e os Ford Landau presidenciais. Muitos desses carros estão bem conservados, em coleções particulares.

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español