Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Para as pistas: McLaren apresenta a 650S GT3

Compartilhe!

a3

A Mclaren GT apresentou os primeiros detalhes da 650 GT3, a mais recente geração do esportivo, que vai competir nos campeonatos de GT3 em todo o mundo a partir do 2015. O novo 650S GT3 é uma evolução do bem sucedido 12C GT3, veículo que se encontra atualmente em sua terceira temporada nas pistas..

O novo carro de corrida marca o início da segunda geração de carros GT3 da McLaren GT, o braço de competição oficial da McLaren, e segue as mesmas bases do 12C GT3.

Baseado no recentemente revelado 650S e construído no mesmo chassis de fibra de carbono MonoCell, a versão GT3 foi desenvolvida utilizando as mais recentes tecnologias CFD de simulação, para oferecer a melhor aerodinâmica e melhoria dos níveis de refrigeração. Na frente, tudo mais agressivo, com entradas de ar de dimensão maiores que dominam a aparência do novo carro, enquanto nas laterais o novo carro -que tem carroceria de fibra de carbono- envolve as redesenhadas entradas de ar, que oferecem arrefecimento otimizado. A asa traseira fixa, de fibra de carbono, funciona em conjunto com o grande difusor -também de fibra de carbono- para completar o controle de circulação de ar.

A geometria da suspensão foi revista, com eixos mais largos e atualizações na configuração geral, o que proporciona melhores níveis de dirigibilidade. Além disso, as atualizações deram ênfase adicional às corridas de resistência, tentando tirar partido do know how obtido ao longo dos últimos anos, para dar uma boa resposta ao feedback das equipes privadas que vem usando as Mclaren.

A redução de custos de manutenção foi também prioridade durante a concepção e desenvolvimento do 650S GT3, e isso foi conseguido por meio do aumento da vida útil dos componentes além da introdução de novos componentes e sistemas que reduzem o custo das peças. O desenho dos painéis de carroceria e encaixes também foram otimizados, o que vai permitir não só minimizar os tempos de reparações nas paradas de box, mas também ajudar na distribuição de peso graças à utilização de componentes mais leves.

Os engenheiros da McLaren trabalharam no 650S GT3 também para aumentar os níveis de segurança do cockpit. A maior proteção é oferecida pelo chassi de fibra de carbono MonoCell, que foi reforçado com a introdução de um “santoantonio” homologado pela FIA. Com a reestruturação e peso inferior ao do 12C GT3, esta “gaiola de segurança” do 650S GT3 proporciona maior conforto ao piloto com o aumento do espaço para as pernas e também mais altura.

Também foi otimizado foi o nível de refinamento, destacando o foco na resistência e maior envolvimento com o piloto. O 650S GT3 foi equipado com uma tela digital específica colocada atrás do volante (que por sua vez é inspirado no desenho das rodas do novo carro de F-1 McLaren Mercedes). Uma novidade do 650S GT3 é o banco esportivo totalmente desenvolvido pela McLaren GT, também homologado pela FIA, equipado com cinto de segurança de competição com seis pontos de fixação.

A configuração do cockpit foi revista para torná-lo ainda mais voltado ao no piloto do que anteriormente. O banco foi montado direto no chassi e o volante e a nova pedaleira são agora ajustáveis, para permitir colocá-los mais próximos ou mais distante do piloto. O console também foi desenvolvido a partir do 12C GT3, com redução da complexidade. Além disso, as melhorias têm sido feitas para aperfeiçoar ainda mais o arrefecimento e a ventilação do piloto.

O 650S GT3 está equipado com a última geração do motor McLaren 3.8V8 twin turbo (M838T) acoplado a uma nova transmissão sequencial de competição de seis velocidades.

a1 a2 a4


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español