Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Partida por botão já matou 28 nos Estados Unidos desde 2016

Compartilhe!

Cada vez mais populares, os sistemas de partida por botão, chamados de “sem chave” ou “keyless”, foram responsáveis por 28 mortes e 45 feridos nos Estados Unidos desde 2016. Estranho, mas tem explicação.

A notícia foi publicada no jornal “New York Times”, que destaca a ambiguidade dos sistemas keyless (sem chave) de partida por botão:  práticos e funcionais por um lado, mas também com vários riscos por outro.

Segundo a mesma publicação, as 28 mortes e 45 feridos resultaram do esquecimento dos condutores em desligar o motor —apertando novamente o botão—, deixando assim os carros funcionando, dentro das suas garagens (ambiente fechado), acabando por ser vítimas de intoxicação por monóxido de carbono; os motoristas ao saírem do carro com a “chave”, assumem que o motor fica desligado.

Em certa dose, isso também é consequência do bom trabalho feito pelos engenheiros em nível de motores. Em especial ao deixá-los cada vez mais silenciosos no funcionamento, levando a que motoristas mais distraídos ou idosos, não percebam que deixaram o carro funcionando.

Os sistemas de partida por botão, sem chave, estão presentes hoje em quase metade dos 17 milhões de carros comercializados todos os anos nos Estados Unidos.

Motivado pelo número crescente deste tipo de situações, o “New York Times” aponta o dedo para os fabricantes de automóveis, que teriam -na grande maioria- ignorado a necessidade de sistemas secundários de segurança, que trabalhem em conjunto com a tecnologia de partida sem chave.

 

No caso específico dos Estados Unidos, a entidade reguladora para a segurança rodoviária, National Highway Traffic Safety (NHTSA), já teria apresentado nova regulamentação, que visa obrigar os automóveis a disporem de um sistema de alerta, que avise os motoristas que o motor está ligado.

Algo que, de certa forma complemente aquilo que já existe, por exemplo, nos modelos mais recentes da Ford, que estão equipados com um dispositivo que desliga automaticamente o motor, após 30 minutos com o carro imobilizado e a chave fora do veículo. Mesmo assim, tempo demais.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español