Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

PEUGEOT 508 CHEGA POR R$ 119.900

Compartilhe!

 

A Peugeot lançou no Brasil o sedã de luxo 508, top de linha da marca francesa, que chega ao mercado por exagerados R$ 119,9 mil. A questão é que, por este preço, vai ter que encarar concorrentes de mais peso e tradição no segmento, como o renovado VW Passat 2.0 Turbo (R$ 122.450), Mercedes-Benz C180 (R$ 134.900) e o Hyundai Azera (R$ 114.924), entre outros. A aposta da marca é na ampla lista de equipamentos pra seduzir compradores. A Peugeot espera vender 200 unidades até o fim do ano, ou seja, de 30 a 40 por mês.

 A lista de acessórios e equipamentos é realmente grande. O 508 vem com head up display colorido, numa pequena tela que exibe na altura do pára-brisa informações de velocidade e do GPS. Tem ainda park-assist, que auxilia na hora de estacionar ao indicar se a vaga têm espaço suficiente para o carro; sistema Open & Go, que destrava as portas e permite acionar a ignição sem usar a chave; central multimídia com GPS; ar-condicionado de quatro zonas; teto-solar; freio elétrico de estacionamento automático (trava com o carro parado e destrava ao tocar o acelerador); faróis de duplo xenônio adaptativos e ajustes elétricos nos bancos, entre outros.

São recursos interessantes, mas dentro do que se espera de um carro desse valor. O motor é 1.6 turbo, o que soa estranho num modelo de luxo. Foi desenvolvido em parceria com a BMW, e tem comando de válvulas variável, atingindo os 165 cv de potência máxima a 6.000 rpm e bons 24,5 kgfm de torque máximo, disponíveis já a 1.400 rpm.

O câmbio é automático de seis marchas. As trocas podem ser feitas também pelas “borboletas” junto ao volante. Segundo a marca, as suspensões foram recalibradas para o Brasil.

O conunto mecânico parece entusiasmante, mas o desenho não é e beira o conservador. Nada de surpreender, como os concorrentes coreanos. Com a crise que está enfrentando na Europa e a queda de vendas no Brasil, a Peugeot não pode se dar ao luxo de arriscar, e por isso o 508 não consegue causar maior impacto no seu segmento. Pelo menos em termos de estilo.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español