Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

PLYMOUTH XNR 1960, O SOBREVIVENTE

Compartilhe!

p1

 Esse é um daqueles casos de um carro realmente único, e que por muito pouco não desapareceu. Trata-se do Plymouth XNR, que foi criado em 1960 por Virgil Exner, reverenciado designer norte-americano, que ficou conhecido pelo seu trabalhos ousados para a Chrysler, onde em geral explorava conceitos de aerodinâmica inspirados na aeronáutica.

p2

 Mais do que aplicar nos automóveis a cauda dos aviões ou “barbatanas”, a missão de Exner era conferir à Chrysler um desenho mais futurista e menos conservador, numa América do pós-guerra profundamente influenciada pelos temas da aviação e aeroespacial.

p3

 Ao contrário da maioria dos carros de sonho da época, o protótipo do esportivo XNR (que se refere ao sobrenome de Exner) não foi fabricado em fibra de vidro, mas sim em aço; a carroceria foi feita pela Ghia, em Turim, baseada no projeto de Exner.

p4

A base usada para a montagem foi um chassis modificado do Valiant, com motor de seis cilindros em linha e 2.787 cm3, de instalação assimétrica (inclinado para a direita, para permitir um capô mais baixo), combinando com todo o tema “assimétrico” do carro. A asa vertical é uma clara homenagem ao Jaguar D-Type, do qual Exner era um admirador confesso.

p5

Mas se a história do projeto é por si só interessante, também a história deste carro, está recheada de aspectos curiosos.

p9

Virgil Exner gostou tanto do resultado final que queria ficar com o modelo para seu uso, mas após a apresentação em 1960, o XNR acabou sendo devolvido para a Ghia. Depois de ter sido vendido a um empresário suíço, passou a fazer parte da coleção de automóveis do xá Reza Pahlevi, do Irã. Depois, com a queda de Pahlevi, o carro passou para as mãos de um empresário do Kuwait.

p8

Mais adiante, o Plymouth foi vendido para o Líbano, no período que antecedeu a guerra civil naquele país, tendo sido escondido quando começaram os combates. O atual proprietário, o libanês Karim Edde, descobriu o carro quando procurava automóveis esportivos para a sua coleção –iniciada em 1977, com apenas 15 anos– pelos destroços de Beirute.

p10

Já na sua posse, em 1989, o Plymouth XNR foi transferido de caminhão por vários armazéns, para escapar dos bombardeios, objetivo que, felizmente, teve sucesso. Quando a guerra terminou, em 1991, o carro ficou aguardando por uma oportunidade de restauro, que surgiu apenas em 2008, quando Edde visitou o departamento de restaurações da RM, no Canadá.

p11

Com os trabalhos iniciados em 2009, o carro acabou participando do Pebble Beach Concours d’Elegance de 2011, onde venceu o troféu Gran Turismo, fruto da precisão e qualidade do trabalho de recuperação.

p6


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español