Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

“Pokemon assassino”: mais de 200 mortes e US$ 7,3 bi de prejuízo

Compartilhe!

O assunto já é antigo, mas a questão das distrações ao volante causadas por aplicativos ou games utilizados a partir dos smartphones, conta agora com mais “gasolina na fogueira”. Um novo estudo realizado nos Estados Unidos, estabeleceu uma profunda relação entre o aumento do número de acidentes e o jogo Pokemon Go.

 

estudo, de autoria dos professores Mara Faccio e John J. McConnell, da Universidade de Purdue, demonstrou no seu resultado que mais de 100.000 acidentes de trânsito poderão ter tido como causadores o jogo Pokemon Go, quando este estava no seu auge de popularidade.

Bom lembrar que esse é um jogo de realidade virtual que propõe a descoberta e caça de novas criaturas por meio do smartphone, devendo o seu usuário estar atento ao ambiente que o rodeia para assim detectar a presença de novos “animais”. Naturalmente, houve quem o tentasse fazer enquanto dirigia, e o resultado é previsível.

Para embasar este estudo, Faccio e McConnell tiveram como premissa de base um estranho aumento do número de acidentes nas estradas e de consequentes vítimas fatais, estudando ao longo de 18 meses as causas das distrações com o smartphone quando essa era determinada como a motivação do acidente.

Assim, reuniram dados de 12.000 acidentes ocorridos no condado de Tippecanoe, Indiana, entre 1 de março de 2015 e 30 de novembro de 2016, e depois extrapolaram essa conclusão para outros locais.

Após o lançamento do jogo em 6 de julho de 2016, verificaram-se mais de 100 milhões de downloads do aplicativo para smartphone, com o estudo demonstrando que a probabilidade de um acidente a menos de 100 metros de uma das “PokeStop” aumentou em 26,5% naquele condado nos 148 dias após o seu lançamento, quando comparado com os dados anteriores.

Para outras localidades do Estado, obtiveram valores muito semelhantes. De igual forma, os danos nos veículos causados junto a esses pontos ascenderam aos US$ 498.567 mil, aumento de 22% no total dos danos dos veículos daquele condado no registo de 1 de março de 2015 e 6 de julho de 2016.

Com esses valores iniciais, os investigadores partiram para uma análise geral dos Estados Unidos: de acordo com as suas estimativas, o jogo poderá ter causado mais 145.632 acidentes desde que foi lançado, aumentado o número de lesões em 29.370 pessoas e causando mais 256 mortes. O custo –especulativo, mas com base no Estado de Indiana– de todos estes resultado teria assim repercussão enorme nos EUA, entre US$ 2 bilhões e US$ 7,3 bilhões naquele período.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español