Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Porsche: como o 911 virou “911” por causa da Peugeot

Compartilhe!

Quando se fala em “911” no mundo do automóvel, a associação com a marca Porsche e seu mais desejado modelo é imediata. Mas você sabia que não era para não ser assim? Que o nome deste modelo inicialmente era outro? E, principalmente, que a Peugeot teve uma influência decisiva nesta escolha? 

Tudo isto é revelado num vídeo com o qual a Porsche inicia uma série dedicada a responder às dúvidas mais comuns dos seus seguidores. Este vídeo de estreia responde exatamente a pergunta “Por que é que o Porsche 911 se chama 911?”

Fica assim eliminada a dúvida. Em 1963 a Porsche criou um novo modelo: o 901. Mas foi surpreendida por uma carta “amigável, mas dura” da Peugeot, em que a marca francesa explicava ser detentora dos “direitos legais” para os nomes de “todos os carros com três algarismos e zeros no meio”.

A Porsche, pelo seu lado, já tinha decidido colocar no painel e na traseira do novo carro o nome “901”. E os letreiros dourados já tinham sido produzidas. Qual foi então a solução? Substituir o zero do meio por algum outro algarismo, no caso o “um”. E assim “nasceu o nome 911”…


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *