Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Primeiro carro elétrico da Honda entra em produção

Compartilhe!

A versão final do Honda e, urbano e elétrico, esteve presente no Salão de Frankfurt, junto com outras novidades da marca japonesa no caminho sem volta que é a eletrificação.

O pequeno Honda é um daqueles modelos que ainda vai dar muito o que falar, mas o Salão de Frankfurt vai ficar marcado como o palco escolhido para a apresentação da sua versão final de produção. Uma das principais novidades está no fato de não ser muito diferente do conceito que foi exibido ao longo dos últimos meses.

O seu visual compacto e perfeitamente adequado aos ritmos mais urbanos esconde um motor elétrico com torque superior a 30 mkgf e que conta com dois níveis de potência: uma versão de 100kW (136 cv) e outra de 113 kW (154 cv). A autonomia da bateria de 35,5 kWh ronda os 220 km com uma única carga, mas  por meio de um sistema de carregamento rápido, é possível voltar a recarregar a bateria do pequeno Honda até 80% da sua capacidade em cerca de 30 minutos.

O Honda e, no entanto, é apenas um dos muitos passos que a marca está dando rumo a uma estratégia de eletrificação (Electric Vision), que deixará toda a sua linha eletrificada até 2025. O Honda CR-V híbrido, por exemplo, já se encontra em comercialização em alguns mercados e também foi confirmado em Frankfurt que a próxima geração do Honda Fit será apenas disponível em versão híbrida no mercado europeu.

Katsushi Inoue, executivo da Honda Europe, afirmou: “Hoje, damos o próximo passo na concretização da nossa estratégia Electric Vision, com a estreia mundial do Honda e…, um veículo elétrico único que só a Honda poderia desenvolver, um veículo com desempenho dinâmico extraordinário e novos níveis de conectividade”.

Mas há mais. Foi também em Frankfurt que a marca anunciou que lançará no mercado os seus primeiros serviços comerciais de energia no próximo ano, em paralelo com o lançamento do Honda e, sendo a Alemanha e o Reino Unido os mercados responsáveis pela sua estreia, antes do resto da Europa.

Além disso, a Honda anunciou ainda a parceria com a Ubitricity, empresa que está desenvolvendo um projeto de infraestruturas de carregamento, que permite a instalação de pontos de carga em postes de iluminação, simplificando o carregamento de veículos elétricos para quem não tem uma garagem ou equivalente para o fazer. Este sistema permite ainda que a energia do automóvel possa passar para a rede caso seja necessário ou carregar o sistema elétrico do automóvel nas horas de carga mais reduzida do sistema.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *