Última hora

Quatro anos depois: VW planeja vender a Ducati

Compartilhe!

De acordo com informações da imprensa alemã, o Grupo Volkswagen está pensando em vender a Ducati, marca que comprou há quatro anos. Mais uma forma de atenuar o prejuízo causado pelo caso de emissões de gases poluentes.

volkswagen_ducati

Desde setembro de 2015, quando o escândalo eclodiu, o grupo alemão já reservou cerca de US$ 16 bilhões para gastar com as despesas com o caso. Apesar das vendas estabilizadas, o futuro é incerto.

Depois de vários rumores que indicavam que a Volkswagen estaria ponderando vender a MAN/Scania, as luxuosas Bugatti e Bentley, a espanhola SEAT ou mesmo a Ducati, a verdade é que os rumores acabaram se mostrando infundados.

Agora, perto de dois importantes eventos para o Grupo -a apresentação do novo plano estratégico “2025”no dia 16 de junho e a assembleia de acionistas dia 22 de junho- o jornal Spiegel revela que Volkswagen poderá anunciar a venda de Ducati, assim como a MAN Diesel & Turbo (fabricante de motores), para consolidar as finanças da empresa e arrecadar assim cerca de US$ 5 bilhões.

A Ducati não se quis pronunciar a respeito, mas ser revendida pode não ser do seu agrado: comprada há quatro anos por cerca de US$ 920 milhões, a marca italiana de motos viu as suas vendas aumentarem neste período (de 42.200 em 2012 para 55 mil unidades em 2015) devido ao respaldo do grupo alemão.


Compartilhe!
1713903787