Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

RENAULT APRESENTA LOGAN E SANDERO 2013

Compartilhe!

Os dois principais produtos da Renault no Brasil, Sandero e Logan, somam 57% do total de vendas da marca francesa. Por isso, os dois já passaram de ano e ganharam modelo 2013. Mesmo com toda essa importância, os dois carros não apresentaram nenhuma mudança estética, e a alteração a ser comemorada é a troca do antigo motor 1.6 8V Hi-Torque, por outro mais potente e económico, o Hi-Power.

Outra novidade apresentada é a volta ao catálogo da versão GT Line do Sandero. Era uma série limitada, lançada em 2010, e agora se tornou versão, com diferenças apenas de visual em relação aos demais Sandero, basicamente a mesma  GT Line de 2010.

Na dianteira, o Sandero GT Line recebeu pára-choque redesenhado e faróis com moldura negra, enquanto retrovisores e spoiler traseiro ganharam pintura preta e, na lateral, estão os exagerados adesivos decorativos. A traseira tem um extrator de ar, na parte inferior do pára-choque, e a saída de escapamento é cromada. As lanternas traseiras também são escurecidas, e as rodas são de liga leve aro 15, específicas da versão.

Por dentro, bancos, volante e a alavanca de câmbio têm costuras em vermelho, nem como as saídas de ar. Outros detalhes do painel também são em vermelho, e os instrumentos tem o logo da versão.

MOTOR

O “novo” motor 1.6 de 8 válvulas da Renault, chamado de Hi-power, na verdade não tem nada de novo. É o velho conhecido 1.6 atual, o Hi-Torque. Ele recebeu taxa de compressão mais elevada, de 9,5 para 12:1, ajustes no gerenciamento e materiais mais leves e resistentes, para melhorar o consumo de combustível. As bielas e pistões foram redesenhados.

Foi um trabalho honesto, não dá para negar. Antes ele tinha 95 cv e 14,1 mkgf de torque com etanol e 92 cv e 13,7 mkgf com gasolina. Agora rende 106 cv e 15,5 kgfm de torque (etanol) e 98 cv e 14,5 kgfm de torque (gasolina). A velocidade máxima é de 174 km/h e 172 km/h, com etanol e gasolina, respectivamente. A Renault garante que o consumo de combustível melhorou 10% em trecho de estrada e 5% na cidade.

Esse “novo” motor privilegia a potência nas rotações mais baixas, e por isso agora tem nome comercial de Hi-Power em lugar do Hi-Torque. Segundo a Renault, a 1.500 rpm já se dispõe de 85% do torque máximo, ou seja, nessa rotação o motor já está entregando 27,5 cv, com etanol. Resumindo, a sua elasticidade aumentou.

As versões com câmbio automático continuam usando o motor 1.6 16V, com 112 cv e 15,5 kgfm com etanol e 107 cv e 15,1 kgfm com gasolina.

PREÇOS

 As versões Authentique, básica, vêm sem ar-condicionado, alarme, travas e vidros elétricos ou direção hidráulica; estes equipamentos passam a ser de série nos  Expression. A Renault padronizou os “pacotes” de opcionais e eliminou acessórios que eram pouco procurados pelos clientes.

Os preços da linha 2013 subiram apenas 1%, mas na prática eles até diminuíram, pois diversos antigos opcionais passaram a ser itens de série. Confira a lista de preços dos Sandero e Logan, que não levam em conta o provável aumento do IPI a partir do dia 1º. de setembro.

Logan 1.0 16V Authentique – R$ 26.450

Logan 1.0 16V Expression – R$ 31.770

Logan 1.6 8V Expression – R$ 35.480

Logan 1.6 16V Expression AT – R$ 39.230

 

Sandero 1.0 16V Authentique – R$ 27.030

Sandero 1.0 16V Expression – R$ 32.610

Sandero 1.6 8V Expression – R$ 35.930

Sandero 1.6 8V GT Line – R$ 38.470

Sandero 1.6 8V Privilège – R$ 38.470

Sandero 1.6 16V Privilège AT – R$ 41.750

Sandero 1.6 8V Stepway – R$ 40.660

Sandero 1.6 16V Stepway Rip Curl AT (série limitada) – R$ 41.150

Sandero 1.6 16V Stepway AT – R$ 44.870

 

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español