Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Renault começa a definir o esportivo Alpine

Compartilhe!

thumbs_web_sapo_io

Quando do recente rompimento da Renault com a Caterham, o fabricante francês havia reforçado a sua intenção de, mesmo sem a parceria externa até então acordada, colocar o primeiro modelo da Alpine no mercado em 2016. Esse plano foi agora reforçado por Bernard Olivier, CEO da Alpine, que em entrevista apresentou mais alguns dados sobre este projeto.

Apesar de ser 100% Renault, o futuro modelo esportivo não terá qualquer referência com a marca, informação confirmada por Olivier, que ainda confidenciou que a fase de desenho já está concluída, trabalho liderado por Laurens van der Acker. Descartadas foram as hipóteses de grandes semelhanças tanto com o concept A110-50 (nas fotos), como com o original A110, o nosso Interlagos com poucas mudança. O motivo é simples: a Renault não procura para o Alpine um desenho “retrô moderno”, como acontece com o VW Fusca, Dodge Challenger, Chevrolet Camaro, Chrysler PT Cruiser ou Ford Mustang, entre outros. A única referência ao passado da marca serão os faróis redondos, adiantou Bernard Olivier.

image_11764_0_1409065006

Em relação às expetativas comerciais, a marca espera alcançar vendas anuais de 3000 unidades, das quais entre 750 e 1000 unidades devem ficar em território francês. O Alpine será vendido na Europa, Japão e China, estando em aberto a possibilidade de ser também introduzido no mercado russo. Foi descartada a possibilidade do Alpine ser comercializado no Brasil ou Estados Unidos.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español