RENAULT JÁ MUDOU O FLUENCE. NA EUROPA

Compartilhe!

thumbs_sapo_pt

A Renault francesa decidiu que estava na hora de atualizar o sedã Fluence, modelo de projeto Samsung coreano, baseado na mesma plataforma do Mégane atual, mas com mais 32 cm de comprimento. Neste novo carro, a Renault adotou o novo visual da marca, estreada no Clio, Captur e ZOE europeus, onde se destacam os novos grupos óticos e grade dianteira. A oferta de motores por lá mantém-se inalterada, incluindo o 1.5 dCi de 90 cv e 1.5 dCi de 110 cv, que recebem a companhia do 1.6 dCi de 130 cv.

O carro conta ainda com o novo sistema R-Link, disponível de série nos dois níveis de equipamento à escolha (Dynamique e Exclusive) e que se destaca pela sua tela de 7 polegadas touch screen. Por meio dela, o motorista pode controlar o sistema de navegação da Tom Tom; visualizar fotografias e vídeos; ouvir música; ler emails; checar informações sobre o carro ou navegar nas redes sociais. Associado a este sistema estão os  R-Plug & Radio, Som 3D by Arkamys, Bluetooth e entradas USB para conectar aparelhos portáteis. Entre os itens de série, regulador-limitador de velocidade, retrovisores elétricos, freio de estacionamento elétrico, sistema de ajuda para estacionamento, sensores de chuva e luminosidade e ar condicionado automático bi-zona.

As mudanças serão aplicadas nos Fluence vendidos no Brasil, mas ainda sem data marcada.

untitled1


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español