Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Schwarzenegger quer processar petrolíferas por homicídio

Compartilhe!

Arnold Schwarzenegger quer processar as empresas da indústria petrolífera por “homicídio em primeiro grau”, acusando-as de “matarem conscientemente pessoas em todo o mundo”.

O ator e ex-governador da California, Arnold Schwarzenegger, quer processar as petrolíferas pelos efeitos nocivos para a saúde pública e para o meio-ambiente, decorrentes das atividades de exploração e do uso de petróleo pelas empresas no ramo. “Desde 1959 essas entidades têm conhecimento dos efeitos nocivos e, portanto, têm de ser responsabilizadas”, disse Schwarzenegger em entrevista.

O austríaco acusa as petrolíferas de “matarem conscientemente pessoas em todo o mundo” e que se trata de “homicídio em primeiro grau”. “Se entrarmos numa sala e sabermos que vamos matar alguém, é homicídio em primeiro grau. Acho que é a mesma situação com as petrolíferas”, considera.

O ex-ator traça ainda outro paralelo para com a indústria do tabaco, em que as empresas pagaram “centenas de bilhões de dólares” ao serem responsabilizadas nos tribunais pelos danos para a saúde causados pelos seus produtos, depois de o terem desmentido durante anos. “A indústria do tabaco teve conhecimento durante anos, durante décadas, que o tabaco matava pessoas, seria prejudicial e provocava câncer”, afirmou, explicando ainda que esta indústria “escondeu esses fatos das pessoas” e sempre os negou. Posteriormente, “as tabaqueiras foram processadas e tiveram que pagar centenas de bilhões de dólares por causa disso”.

Espera Schwarzenegger que todos estados da América apoiem a sua intenção de processar as petrolíferas. Bom lembrar que a California também já revelou a sua intenção em banir logo os motores de combustão interna.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español