Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Sem couro nos bancos: Bentley quer fazer carros para veganos

Compartilhe!

Imponentes e luxuosos, os carros da Bentley mimaram seus clientes com interiores cheios de requinte, cujo fabricação inclui, também, a utilização de couro de até 20 animais num único automóvel. Agora a marca britânica pretende atingir o público mais ativista, e procura usar materiais alternativos que respeitem mais os direitos dos animais.

“Não é possível vender um carro como um Bentley, com o couro de até 20 animais, a um cliente com estilo de vida vegano”, defendeu Stefan Sielaff, chefão de design da marca, explicando que têm em mente, especificamente, os abastados consumidores da Califórnia, que lhes fizeram esse apelo.

Couro sintético (a famosa napa, ou curvim…) e pele de origem vegetal à base de cogumelos são alguns dos materiais pesquisados pela equipe de Sielaff, bem como materiais com características semelhantes aos couros vindo de peixes. “Em breve vamos apresentar um Bentley com interior vegano. O carro dará a mesma sensação de luxo, mas de uma forma diferente”, acrescentou Sielaff, sem se aprofundar em mais detalhes.

A empresa britânica junta-se assim à Range Rover na busca de alternativas aos materiais aplicados aos interiores automóveis, como couro, lã e madeira, uma vez que que o Land Rover está tentando se afastar do couro tradicional com o Velar, apostando numa nova geração de tecidos.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español