SlideUltima Hora

Será? Ford registra a marca “RS200” na Europa. O que vem por aí?

Compartilhe!


A Ford registrou duas marcas no início deste mês na Europa: “ RS200 ” e “ Ford RS200 ”. Para quem não sabe do que se trata, basta conferir aqui. O nome foi visto pela última vez em um legendário carro de rali da década de 1980 e, com certeza, os registros geraram grande curiosidade e especulações aqui no AUTO&TÉCNICA.

por Marcos Cesar Silva

Ford registra marca registrada RS200 na Europa trazendo de volta nome histórico

A questão é: em qual carro -se houver algum- a Ford colocaria o emblema histórico? O RS200 original era um modelo para homologação especial e de produção limitada, com motor central e tração integral, construído no final da era do Grupo B de rali, exatamente 40 anos atrás. Desnecessário dizer que não há nada na atual linha da Ford em qualquer lugar do planeta que corresponda a essa descrição, e parece improvável que a marca se mantenha fiel ao espírito original do carro e construa um novo modelo exclusivamente para competir no automobilismo. Portanto, temos mais algumas ideias, começando pelo SUV pequeno Puma.

O atual carro usado pela equipe “M-Sport Ford World Rally Team” é o Puma Rally1 (fioto abaixo). Ele usa motor 1.6 de quatro cilindros turbo com assistência de energia híbrida plug-in. Enquanto isso, o Puma ST mais interessante de rua produz 200 cv de potência máxima a partir de um motor três cilindros de 1,5 litros, e envia tudo para as rodas dianteiras. Um modelo RS mais “envenenado”, adicionando um cilindro para o deslocamento correto de dois litros e colocando uma configuração AWD por baixo da carroceria, poderia dar à Ford um poderoso rival do Toyota GR Yaris.

Outra hipótese um pouco mais radical seria um carro esportivo cortado e reestilizado construído sobre a plataforma Mustang Mach-E. A plataforma já deveria ter sido aproveitada em outros modelos e teria o benefício de muita potência fácil e AWD eletrônico. A parte “200” do nome não faria muito sentido nesse caso.

Isso parece ser uma ideia maluca? Talvez, mas um dia a Ford juntou dois motores Taurus V6 para fazer um V12 para a Aston Martin, e mais ou menos na mesma época, fez outro V12 baseado na arquitetura dos motores Mustang V8, mas com a adição de quatro turbos. Essas coisas aconteciam…

Também existe outra justificativa menos empolgante: a Ford está simplesmente está preocupada em manter a propriedade de um emblema clássico. É uma mudança que já vimos muitas vezes em outras montadoras, que usam nomes históricos em carros que chegam a ser desprezíveis. Desculpe a ducha de água fria, mas é um comentário honesto.

Seja qual for o motivo do pedido do novo registro das marcas RS200 e Ford RS200, estaremos sonhando com qualquer modelo realmente relevante e que mereça usar esse emblemas. Na torcida para que a Ford faça algo realmente divertido.


Compartilhe!
1713369516